Sergipe

27/07/2020 às 08h13

Obra do corredor Hermes Fontes vai concentrar ações na rotatória do Terminal DIA nesta segunda-feira, 27

SMTT/Aju

A requalificação viária e urbanística do corredor Hermes Fontes, viabilizada pela Prefeitura de Aracaju e executada pela Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), entra na reta final. Mais de 80% de todo o projeto executivo já está concluído.

A parte relacionada a escavações, construções de mobiliários e implementações de equipamentos de acessibilidade está praticamente superada faltando apenas trechos alternados que precisam ser recapeados, além da continuidade da compensação arbórea e instalação de sinalização horizontal e vertical.

Na próxima segunda-feira, dia 27, haverá uma mobilização das frentes de trabalho na rotatória do Terminal de Integração do DIA (Distrito Industrial de Aracaju), cujo objetivo é remover o asfalto envelhecido, construir uma nova base e em seguida lançar um nova camada asfáltica. Logo após, o piso da parte interna do terminal também será removido e passará pelo mesmo processo das vias que o circundam, revitalizando a malha viária completa do terminal.

Com uma estimativa de conclusão de todos os serviços neste trecho no decurso das próximas duas semanas, o secretário municipal da Infraestrutura, Sérgio Ferrari, explica a necessidade da intervenção e pede a compreensão dos condutores e usuários do sistema de transporte.

"É um trecho de grande movimento. É preciso reconstruir a base para que a próxima camada asfáltica suporte o peso e a pressão dos ônibus que circulam a todo momento no terminal. E vamos precisar de algo em torno de duas semanas, em condições climáticas adequadas, para fazer este trecho da obra, por isto pedimos a compreensão de todos", afirma o secretário.

Trânsito
Com o avanço da obra de infraestrutura do corredor de mobilidade Hermes Fontes, a rotatória de acesso ao Terminal de Integração do Distrito Industrial (DIA) será interditada, a partir da próxima segunda-feira, dia 27, para o serviço de recapeamento. O local estará devidamente sinalizado, indicando bloqueios e desvios no trânsito.

Desta forma, após o viaduto Carvalho Déda, o sentido Sul da avenida José Carlos Silva estará em meia pista. O primeiro trecho da pista após a rotatória será liberado para o fluxo de veículos até o cruzamento com a avenida Paulo Henrique Machado Pimentel.

Depois desse cruzamento, os condutores deverão acessar o sentido contrário da avenida (Orlando Dantas/Centro), onde está formado um binário para a circulação dos veículos até a conclusão da obra de recapeamento do sentido Sul (Centro/Orlando Dantas).

O superintendente Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), Renato Telles, frisa a importância dos condutores redobrarem a atenção ao trafegarem pela região. "Agentes de trânsito permanecerão na área durante a execução da obra para auxiliar o fluxo e orientar os condutores, e sinalizações temporárias serão instaladas, mas é fundamental também que os condutores reduzam a velocidade e fiquem mais atentos ao passarem pelo local. O serviço no corredor Hermes Fontes está entrando na fase final e já é visível os benefícios para o trânsito ", disse.

A obra

O projeto executivo do corredor Hermes Fontes, compreendido entre as avenidas Hermes Fontes, Adélia Franco e José Carlos Silva, inclui a revitalização de toda a malha viária das três vias, sinalizações horizontal e vertical, calçadas e rampas de acessibilidade, trinta pórticos, paisagismo com indivíduos arbóreos de espécies adequadas ao ambiente urbano, além da criação de ilhas de mobilidade onde serão construídos novos abrigos de ônibus. A grandiosidade da obra pode ser explicada pelo volume de recursos aplicados e pela transformação urbanística porque está passando este corredor: são mais de R$20 milhões investidos neste projeto, em recursos conveniados entre a Prefeitura e o Governo Federal.


Fonte: SMTT/Aju