Sergipe

22/05/2018 às 14h51

Em Sergipe, venda de gasolina caiu 4,4% no 1º trimestre

NIE/FIES

Baseado nos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o Boletim Sergipe Econômico, em parceria do Núcleo de Informações

Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da Universidade Federal de Sergipe, apontou que as vendas totais de combustíveis de 219,5 milhões de litros. O levantamento do primeiro trimestre do ano assinalou queda de 1,6% em relação ao mesmo período de 2017.

De acordo com os dados, somente em março, as vendas de combustíveis ficaram em aproximadamente 75,2 milhões de litros, representando crescimento de 11,6%, em relação ao mês imediatamente anterior, entretanto, quando comparado com o mesmo mês do ano passado, houve retração de 3,6% nas vendas de combustíveis.

1º trimestre de 2018

Foram vendidos aproximadamente 97,4 milhões de litros de gasolina, nos três primeiros meses do ano corrente. Em termos relativos, houve queda de 4,4% nas vendas, em relação ao mesmo intervalo do ano passado. Considerando o consumo apenas do mês de março, houve retração de 2,3% na comparação anual, toda via, no comparativo com fevereiro, as vendas subiram 17,2%,

A comercialização do etanol hidratado registrou alta de 75% nas vendas, de janeiro a março de 2018, quando confrontado com o volume de vendas do mesmo período do ano passado. Em volume, as vendas ficaram em 8,8 milhões de litros. No mês de março, houve queda de 25,5%, no consumo do etanol, na comparação mensal, porém registrou expansão de 35,7%, quando comparado com o mês de março de 2017.

No tocante ao óleo diesel, foram comercializados aproximadamente 76,5 milhões de litros, no trimestre analisado. Em termos comparativos, verificou-se queda de 1,2% em relação aos três primeiros meses de 2017. No terceiro mês deste ano, as vendas também registraram avanço, sendo de 10,3%, quando comparados com o último mês de fevereiro. Entretanto, na comparação anual, ou seja, comparado com o mesmo mês do ano passado, os indicadores apontaram para retração de 4,5%

A venda do combustível utilizado pelas aeronaves, o chamado querosene de aviação, superou os oito milhões de litros, assinalando elevação de 3,3% em relação ao primeiro trimestre de 2017.  Também foi percebida alta na comparação mensal, com 7,6% (fevereiro/2018) e 1,2% na comparação anual (março/2017).


Fonte: NIE/FIES