Atualização do caso

PRF afasta policiais envolvidos em abordagem que vitimou homem com esquizofrenia em Umbaúba

Por redação Portal A8SE 26/05/2022 18h44
PRF afasta policiais envolvidos em abordagem que vitimou homem com esquizofrenia em Umbaúba

A Polícia Rodoviária Federal divulgou na noite desta quinta-feira (26) que já afastou das atividades policiais os agentes envolvidos na abordagem que vitimou Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, na cidade de Umbaúba, região sul de Sergipe.

Em nova nota, a PRF disse que "está comprometida com a apuração das inequívoca das circunstâncias relativas à ocorrência no estado de Sergipe, colaborando com as autoridades na investigação". Ainda no documento, pontua que "instaurou processo disciplinar para elucidar os fatos".

Em Sergipe, MPF deu prazo de 48 horas para que os órgãos enviem a resposta ao Ministério Público sobre morte de Genivaldo.

Sepultamento

O sepultamento de Genivaldo aconteceu na casa da família, no povoado Mangabeira. Participaram da despedida amigos, familiares e pessoas que se comoveram com o caso.

No final da manhã, o cortejo chegou à sede do município. O caixão foi levado até o local do protesto, momento de emoção e aplausos. Já no cemitério, muita dor e comoção. Além de pedidos por justiça

Relembre o caso

Genivaldo de Jesus estava em uma moto quando foi abordado pela PRF. Em vídeos gravados por populares é possível ver que ele é imobilizado no chão pelos agentes, em seguida, colocado no porta-malas da viatura, onde foi liberado um tipo de gás.

Segundo familiares, ele tinha esquizofrenia e os policiais tinham sido avisados pelos populares que Genivaldo sofria com problemas mentais e que poderia morrer se permanecesse dentro do veículo. Mesmo assim, a ação continuou.

Em nota, a PRF disse que "em razão da sua agressividade, foram empregados técnicas de imobilização e instrumentos de menor potencial ofensivo para sua contenção e o indivíduo foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil em Umbaúba. Durante o deslocamento, o abordado veio a passar mal e foi socorrido de imediato ao Hospital José Nailson Moura, onde posteriormente foi atendido e constatado o óbito". No entanto, a família diz que ele chegou à unidade hospitalar já sem vida.