Sergipe

18/08/2020 às 16h16

Prefeitura de Aracaju vai reabrir mercados e liberar parcialmente estacionamentos da Orla

Com informações da Prefeitura de Aracaju

O Comitê de Operações Emergenciais (COE) da Prefeitura de Aracaju se reuniu nesta terça-feira (18) para discutir as medidas relacionadas ao processo de retomada da atividade econômica na cidade. Entre os pontos abordados o funcionamento dos mercados Antônio Franco, Virgínia Franco e Thales Ferraz, no Centro, e a reabertura parcial dos estacionamentos públicos na Orla da Atalaia.

Em relação aos mercados centrais, todos serão reabertos a partir desta quarta-feira (19). Nestes espaços, serão aplicadas as mesmas regras de higienização e controle de acesso que já estão em vigor no Mercado Virgínia Franco, com disponibilização de álcool em gel e de máscaras, limitação do número de portas abertas, colocação de banners informativos e fiscalização do cumprimento do distanciamento social. A equipe gestora da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) já iniciou o diálogo com os comerciantes para orientá-los sobre os protocolos sanitários.

Sobre os estacionamentos públicos na Orla, a Prefeitura fará a abertura parcial das vagas a partir desta sexta-feira (21). O bolsão de estacionamento localizado na Orlinha da Coroa do Meio, próximo ao farol, será reaberto integralmente, enquanto os demais bolsões serão liberados em parte, para atender a demanda de 50% da capacidade dos bares e restaurantes localizados ao longo da Orla da Atalaia, conforme estudo realizado pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT).

Na reunião, a secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza, apresentou os dados sobre a evolução da doença em Aracaju, estando o cenário atual de queda gradativa da proliferação da covid-19. Em número de novos casos, houve uma redução de 57% na média móvel dos últimos sete dias em comparação aos 14 dias anteriores. Da mesma forma, houve diminuição do índice de mortes em 31%. A taxa de letalidade da doença na capital segue em 2, uma das mais baixas do país.


Fonte: Com informações da Prefeitura de Aracaju