Sergipe

17/08/2020 às 08h59

Nova carteira de identidade passa a ser emitida em Sergipe

SSP/SE

Foto: SSP/SE
O Instituto de Identificação Dr. Carlos Menezes (IICM) apresentou, em entrevista coletiva on-line, nesta sexta-feira (14), a nova carteira de identidade, já no padrão nacional, que passa ser emitida em Sergipe. O RG pode ser solicitado a partir do preenchimento de formulário, exclusivamente pelo site da SSP, e apresentação dos documentos necessários à confecção da cédula de identificação. O novo documento traz melhorias na segurança e facilidades para a emissão, como economia do tempo e agilidade na entrega ao cidadão.

O novo documento de identidade apresenta mais itens de segurança para o estado e apresenta novas informações do cidadão, como inclusão da numeração de outros documentos, de indicativos para pessoas com deficiência e de outras observações, que deixam o novo documento de identificação mais completo em comparação ao anterior. A troca não é obrigatória e o prazo de entrega é de cinco a 30 dias após a coleta biométrica.

O diretor do Instituto de Identificação, Jenilson Gomes, ressaltou que, dentre os benefícios do novo documento, está a comodidade de solicitar o RG da própria residência, sem a necessidade de enfrentar filas. “Além da possibilidade do cidadão incorporar outros documentos, a nova carteira de identidade nos possibilitará adiantar o atendimento ao cidadão, pois ele fará a parte mais sensível de sua residência, de forma gratuita”, destacou.

Aliada a isso, há a redução nas despesas para emissão do documento. “Ele não precisará mais arcar com a despesa para tirar foto e cópias de documentos, entre outros. Combinada a isso, temos mais segurança ao processo. Ferramentas tecnológicas estão sendo incorporadas ao novo sistema, que facilitarão, não só a emissão da carteira de identidade, mas também a identificação do cidadão”, complementou Jenilson Gomes.

Outro benefício, elencado pelo diretor do IICM, é que não mais será preciso realizar diversos deslocamentos à sede ou postos do Instituto de Identificação. “Dessa forma, o cidadão não precisa mais se deslocar longas distâncias, como era comum vir do interior para tentar ser atendido em Aracaju. Ele já faz o atendimento todo de sua residência e será atendido no ponto mais próximo, seja para qualquer serviço, primeira ou segunda via, menor ou maior de idade. É um serviço que chega muito mais rápido ao cidadão e muito mais próximo dele”, salientou.

Com o lançamento da nova carteira de identidade, também há previsão de que o número de atendimentos feitos pelo IICM volte ao que era registrado antes da pandemia. “Combinado a isso, será possível retomar o volume do atendimento anterior à pandemia ou até superarmos. Nós tínhamos uma média diária de 3 mil atendimentos, sendo que desse volume, algo em torno de 30%, não era atendido porque os documentos não atendiam às necessidades. Agora, o cidadão vai saber de sua casa se passou ou não o cadastro. Dá mais conforto ao cidadão e aos nossos servidores”, mencionou.

O coordenador-geral de Perícias, Nestor Barros, destacou que o novo documento traz benefícios para a população, desde a solicitação até a entrega do RG. “A Cogerp engloba quatro institutos, dentre eles o de Identificação. O objetivo da coordenadoria é auxiliar os institutos na implementação de novas tecnologias. O Instituto de Identificação está implantando um novo modelo da carteira de identidade, moderno em todos os sentidos. Vai evitar as longas filas nos postos, em especial, no Instituto de Identificação. Nosso objetivo é que as filas acabem definitivamente. É um marco da identificação de Sergipe, que vai favorecer muito a nossa população”, frisou.

Etapas para solicitação

Com o lançamento da nova cédula de identificação, o atendimento inicial para a emissão do documento passa a ser feito pelo site da SSP. Na primeira etapa, o cidadão preenche um formulário, exclusivamente pelo portal da Secretaria da Segurança Pública (SSP). Já nesse momento, é feito o envio dos documentos e da foto que será utilizada no RG. Na segunda etapa, o cadastro é analisado e o cidadão recebe a informação do dia e do horário para o atendimento presencial.

Na terceira etapa, o cidadão comparece ao posto do Instituto de Identificação, apenas, para realizar a coleta da biometria, conforme o protocolo que será enviado por e-mail. Na quarta etapa, o IICM realiza uma pesquisa multi-biométrica, produz a carteira de identidade e envia para o posto de atendimento escolhido pelo cidadão para a entrega do RG.


Fonte: SSP/SE