Sergipe

01/06/2020 às 09h10

Sergipe inicia primeira etapa da campanha de vacinação contra Febre Aftosa

Emdagro

Foto:Emdagro
Começa nesta segunda-feira, 1º de junho, a primeira etapa da campanha de vacinação contra a Febre Aftosa de 2020 em todo o Nordeste, exceto a Bahia. Agendada para ocorrer em maio deste ano, a campanha foi adiada por um mês, por conta do isolamento preventivo à pandemia do coronavírus. Responsável pela campanha em Sergipe, a Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), chama a atenção dos criadores para a importância da vacinação. A meta é de vacinar 1,1 milhão de cabeças de bovinos e bubalinos até o dia 30 de junho, para que Sergipe siga sendo considerada Zona Livre de Febre Aftosa – este ano, ainda com vacinação.

Segundo a diretora de Defesa Animal e Vegetal da Emdagro, Aparecida Andrade, deverá ser vacinado todo o rebanho: de mamando a caducando. “As vacinas devem ser adquiridas nas lojas autorizadas pelo Ministério da Agricultura; e precisam ser transportadas e mantidas, até a hora de vacinar, em caixas de isopor com gelo. O criador deverá preencher a declaração de vacinação, que está no site da Emdagro e nos escritórios locais da empresa. Depois enviar essa declaração e a nota fiscal pelo Whatsapp, e-mail ou entregar presencialmente, em dos escritórios em seu município”, orienta Aparecida.

Os frascos contendo as vacinas contra a Febre Aftosa devem ser mantidos, do momento da compra até o da aplicação, na temperatura recomendada entre 2°C e 8°C. Também são orientações da Emdagro que a dosagem de 2ml da vacina seja aplicada em cada animal, por meio de injeção na parte da ‘tábua do pescoço’ do bovino ou bubalino. Segundo os técnicos da Emdagro, essa é uma forma de evitar o surgimento de abcessos vacinais nas partes de onde são feitos o aproveitamento dos cortes mais nobres de carne, como o lombo – de onde são extraídos o contrafilé e a picanha.

Este ano, devido ao isolamento social recomendado, a Emdagro receberá as cópias da declaração de vacinação preenchida pelos pecuaristas e as notas ficais das vacinas, adquiridas em revendas agropecuárias autorizadas pelo MAPA, através do número (79) 99191-4341, pelo aplicativo Whatsapp; pelo e-mail [email protected] ou pessoalmente, em um dos escritórios locais da empresa nos municípios (vide horário especial de funcionamento). A declaração de vacinação, comumente disponível nos escritórios, também pode ser baixada no site da empresa: www.emdagro.se.gov.br.

Todos os anos, a campanha contra a Febre Aftosa acontece em duas etapas: a primeira realizada no mês de maio, e a segunda, no mês de novembro. Este ano, o adiamento foi oficializado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em abril, atendendo às solicitações das agências de defesa sanitária que compõem o Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (FONESA). Há 25 anos, o estado de Sergipe é livre da Febre Aftosa com vacinação. O que contribuiu para que o todo o território nacional, desde 2018, seja área livre da Febre Aftosa com vacinação. “Se Sergipe alcançar um índice de vacinação acima de 95% este ano, os criadores estarão contribuindo para que o estado consiga, futuramente, o status de área livre da Febre Aftosa sem vacinação”, completou Aparecida Andrade.


Fonte: Emdagro