Sergipe

09/04/2020 às 16h28

UFS suspende início do período letivo 2020.1

ASCOM/UFS

A Universidade Federal de Sergipe suspendeu o início do período letivo regular 2020.1 da graduação. O reitor Angelo Antoniolli assinou na quarta-feira (8) a Portaria Nº 293 (veja abaixo da matéria), com validade para os campi de Aracaju, São Cristóvão, Itabaiana e Laranjeiras, onde a previsão original de início das aulas era o dia 27 de abril.

“Os prazos finais para requerer dispensa de matrícula para o período letivo 2019.2 e inscrição em componentes curriculares isolados e em trânsito para o próximo período, bem como os novos prazos para dispensa de matrícula, solicitação e reformulação de matrícula para 2020.1 serão oportunamente reagendados”, informa a portaria.

O reitor considerou a situação de emergência em saúde pública devido à propagação do novo coronavírus; a Portaria nº 241/2020/GR, de 17 de março de 2020, que suspendeu as atividades acadêmicas presenciais na UFS; o decreto do Governo do Estado de Sergipe Nº 40.567, de 24 de março de 2020, que atualiza, consolida e estabelece novas medidas de enfrentamento e prevenção à pandemia; e a manifestação do Comitê de Prevenção e Redução de Riscos para a Covid-19 da própria UFS.

“A suspensão das atividades presenciais ocorreu quando faltavam apenas 8 dias úteis para o fim do período letivo 2019.2. É claro que isso gerou transtornos, mas conseguimos superar a maioria deles. O esforço dos nossos professores e professoras para adaptar as aulas ao regime de atividades domiciliares foi fundamental para que estivéssemos hoje com mais de 95% das nossas cadernetas consolidadas”, informou o pró-reitor de Graduação, Dilton Maynard.

“No entanto, os rumos da pandemia ainda não estão certos. Acompanhando as orientações do nosso comitê, e também respeitando o decreto do Governo do Estado, suspendemos a realização das matrículas. Consequentemente, ficou inviável qualquer possibilidade de iniciarmos o período 2020 na data prevista, 27 de abril”, observou.

O vice-reitor Valter Joviniano de Santana informou que a gestão seguirá monitorando a situação e, a partir de diálogo com as pró-reitorias e os diretores do CCBS, CCET, CCAA, CCSA, CECH, Laranjeiras e Itabaiana, definirá uma nova data para o início das atividades regulares da graduação.

“Quando tivermos segurança sanitária, nossos passos serão: primeiro, daremos a oportunidade para que docentes que não conseguiram encerrar as suas atividades, por conta do perfil do componente curricular, consolidem as atividades e findem 2019.2. Depois, cuidaremos das matrículas. Só, então, daremos início ao período letivo 2020.1”, disse Valter Joviniano, acrescentando: “No momento, a prioridade é a segurança de todos”.


Fonte: ASCOM/UFS