Sergipe

27/03/2020 às 11h55

Prefeitura inicia desinfecção de áreas públicas para frear proliferação da Covid-19

Agência Aracaju de Notícias

Com o objetivo de diminuir a possibilidade de infestação do novo coronavírus (covid-19), a Prefeitura de Aracaju, por meio da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), iniciou na manhã desta sexta-feira, 27, a desinfecção de áreas públicas da cidade.

A atividade começou pelos terminais de integração do transporte público: DIA, Leonel Brizola e Mercado, além das áreas próximas ao Mercado Central. A ação prevê também a limpeza e esterilização de pontos de táxi, áreas de hospitais e de unidades básicas de saúde que atendem exclusivamente pacientes com síndromes gripais.  

Na prática, os serviços começam pela varrição de todo o local, depois é feita uma lavagem com sabão geleia, que é um produto desinfectante, e em seguida é aplicado o hipoclorito de sódio, um antibactericida e esterilizante, para eliminar o vírus que porventura esteja no chão, corrimão, em catracas, dentre outros locais.

"É um trabalho de higienização e desinfecção de ambientes públicos, principalmente naqueles locais que ainda circulam pessoas, a exemplo dos terminais de ônibus, pontos de táxis, áreas externas de hospitais públicos e privados, das unidades básicas de saúde que já estão atendendo pessoas com síndromes gripais. É mais uma atividade da Prefeitura de Aracaju no combate a essa pandemia do coronavírus", explica Luiz Roberto, presidente da Emsurb, ao lembrar que essa ação foi discutida no Comitê de Operações de Emergência, presidido pelo prefeito de Aracaju.

Blocos

A desinfecção é feita por blocos e não há riscos à saúde da população nem aos trabalhadores da empresa terceirizada que aplicam o produto nas áreas públicas. "À medida que uma parte do serviço for concluída, as pessoas vão retornando e reocupando os espaços dos terminais, por exemplo. Isso é concatenado com o fluxo de ônibus e de pessoas em cada ambiente. Não há riscos à população com relação aos produtos químicos e também não há riscos aos trabalhadores da empresa contratada que estão realizando a limpeza", garante Luiz Roberto.

Proteção

O presidente da Emsurb destaca que os cerca de 60 profissionais da limpeza pública que atuam no serviço foram treinados ao longo desta semana e trabalham com os devidos equipamentos de proteção individual, como óculos, máscara com filtro para gases, luvas, macacão e respirador facial.

 


Fonte: Agência Aracaju de Notícias