Sergipe

06/01/2020 às 16h20

Recuperação do terceiro pilar de sustentação da ponte sobre o rio Japaratuba pode ter serviço concluído até fim de janeiro

Agência Sergipe de Notícias

Os trabalhos de escoramento dos pilares centrais da ponte sobre o Rio Japaratuba, no município de Pirambu, Litoral Norte do Estado, estão bem adiantados. O Governo de

Foto: Ascom/Sedurbs
Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs) e o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER), já realiza o trabalho no terceiro bloco da ponte que deve ser concluído até o fim deste mês.

Iniciados na última semana, os trabalhos são essenciais para a recuperação dos quatro pilares centrais de sustentação da ponte, uma vez que em razão de estarem bastante danificados, a restauração de cada um deles só pode ser iniciada após o escoramento, visto que esse tipo de operação é que garantirá a segurança dos profissionais durante todo o processo, bem como reforçará a estrutura, livrando-a de um possível desabamento. A montagem depende da maré e acaba atrasando o trabalho.

De acordo com o engenheiro civil do DER, Geraldo Moraes, o andamento dos serviços atende ao cronograma estabelecido. "Já fizemos a recuperação dos dois pilares em terra firme, logo abaixo da cabeceira da ponte, estamos fazendo um do segundo bloco e iniciaremos a restauração do pilar vizinho. Já nos quatro pilares centrais, iniciamos a montagem do escoramento do terceiro bloco, que consiste na implantação das treliças, base reguladora e andaimes, serviços estes que iniciam na base do bloco do pilar até a parte superior", explica.

O engenheiro fiscal acrescenta que os trabalhos prosseguirão céleres. "Temos um efetivo de 10 profissionais que executam o escoramento no terceiro bloco, cuja conclusão está prevista para até o dia 15 de janeiro. Posteriormente, faremos o escoramento do quarto bloco, e, somente após a finalização é que os serão iniciadas a recuperação individual de cada um dos pilares", reitera.

O Governo do Estado ressalta que nenhum veículo tem o consentimento para transitar pela ponte durante este período de interdição, uma vez que a mesma apresenta riscos e, por segurança, só será liberada parcialmente para o tráfego quando forem feitos os serviços de escoramento e reparos necessários.


Fonte: Agência Sergipe de Notícias