Sergipe

12/12/2019 às 15h44

Vereador Pastor Alves diz sofrer extorsão em acusação de pedofilia

Redação Portal A8

Nesta quinta-feira (12), vazou nas redes sociais a informação de que o vereador Pastor Alves (PTB) é acusado de praticar atos sexuais com uma adolescente de 13 anos. Porém,

Foto: Leonardo Barreto - TV Atalaia
de acordo com o parlamentar, o caso segue em segredo de Justiça e, na verdade, vem sofrendo extorsão de bandidos.

Após o episódio, Pastor Alves convidou a imprensa para uma coletiva e prestar esclarecimentos. Na oportunidade, conforme a equipe de reportagem da TV Atalaia acompanhou, o vereador frisou que prestou um boletim de ocorrência na Delegacia de Crimes Cibernéticos relatando o episódio ocorrido final de setembro e início de outubro.

“A delegada pediu para que ficasse em silêncio para não atrapalhar as investigações”, disse o vereador Pastor Alves. Ainda na coletiva, o parlamentar relatou que em torno de quatro bandidos ligaram para ele, com números de Santa Catarina e Mato Grosso, afirmando ter material que o acusa de pedofilia.

Segundo o vereador, para não divulgar um suposto material envolvendo uma criança, o grupo pedia uma contrapartida na quantia de R$ 150 mil, o que não foi feito.

Na coletiva de imprensa, Pastor Alves destacou que não há criança, nem pai, nem mãe o acusando de praticar atos sexuais. “Estão querendo me extorquir”, finalizou.

O conteúdo completo sobre o tema sairá na programação da TV Atalaia desta quinta.