Sergipe

08/06/2017 às 18h00

Instituições particulares de SE têm vagas pelo Prouni

Com informações da Seed

 

Os estudantes que fizeram o Enem 2016 têm mais uma chance para conseguir uma vaga no Ensino Superior através do Prouni, programa do Ministério da Educação criado pelo Governo Federal em 2004, que oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições privadas de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior.

Em Sergipe várias instituições particulares estão ofertando vagas pelo Prouni. É o caso da Universidade Tiradentes, que nesta edição disponibiliza mais de 400 bolsas integrais, incluindo 22 para o curso de Medicina, 16 para Direito e 9 para cursos de Engenharias, a Faculdade Pio Décimo, com aproximadamente 60 vagas para bolsa integral e 130 para bolsa parcial, a Faculdade Maurício de Nassau, com 11 vagas, entre outras vagas ofertadas nas instituições existentes no estado sergipano.

O candidato pode visualizar as vagas disponíveis e fazer a inscrição por meio da página eletrônica do ProUni. As inscrições acontecem no período de 6 a 9 de junho, em única etapa, exclusivamente pela internet no endereço eletrônico http://siteprouni.mec.gov.br.

Para se inscrever no Programa Universidade para Todos (Prouni) do segundo semestre de 2017 é preciso ter participado do Enem de 2016 e ter obtido no mínimo 450 pontos na média das notas do Exame. É preciso, ainda, ter obtido nota na redação que não seja zero.

Para efetuar a inscrição no Prouni do segundo semestre de 2017, o candidato deve informar o número de inscrição no Enem 2016 e a senha mais atual cadastrada no Enem.

Podem participar:

- Estudantes egressos do ensino médio da rede pública ou da rede particular na condição de bolsistas integrais da própria escola.
- Estudantes com deficiência.
- Professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrantes de quadro de pessoal permanente de instituição pública. Nesse caso, não é necessário comprovar renda.

Para concorrer às bolsas integrais, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Segundo divulgação do MEC, até às 19h desta terça-feira, 6, o sistema de inscrição às bolsas oferecidas pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) já havia registrado 141.966 inscritos, num total de 273.383 inscrições. O estudante pode selecionar até duas opções de curso.

Referentes ao segundo semestre de 2017, as bolsas, em número de 147.492, contemplam 1.076 instituições privadas de educação superior. Desse total, 67.603 são bolsas integrais e 79.889, parciais. A oferta de vagas neste processo seletivo representa um aumento de 17% em relação ao mesmo período do ano passado.


Fonte: Com informações da Seed