Sergipe

09/12/2011 às 11h14

Bloco `Afoxé Omo Oxum` leva centenas de pessoas à Orla de Atalaia

Redação Portal A8

Foi realizada na noite dessa quinta-feira (08), na Orla de Atalaia, a 7ª edição do bloco ‘Afoxé Omo Oxum`. O Afoxé, como é mais conhecido, é uma manifestação cultural em louvor a Oxum, orixá representada na tradição católica por Nossa Senhora da Conceição, padroeira da capital sergipana. Em Aracaju, o Afoxé foi idealizado pela yalorixá Marizete Silva Lessa, conhecida por ‘Mãe Marizete`.

O Afoxé, que já faz parte do calendário turístico cultural de Sergipe, é composto, em sua maioria, por mulheres. Além de homenagear a ‘deusa das águas doces`, esse movimento tem o objetivo de valorizar o sexo feminino, preservar o patrimônio imaterial da cultura afro-sergipana e, principalmente, combater a discriminação racial, social e cultural, tendo em vista o sincretismo religioso no Brasil e a inclusão de qualquer cidadão nas diversas manifestações culturais existentes no país.

Para Waldoilson Leite, presidente da Funcaju, o apoio à cultura sergipana sempre foi um dos preceitos da PMA. "Além de desenvolver diversas ações de cunho cultural, a Prefeitura de Aracaju, através da Funcaju, sempre busca colaborar com as inúmeras manifestações artísticas existentes da capital sergipana. O bloco ‘Afoxé Omo Oxum`, por exemplo, é uma delas. Não poderíamos deixar de participar de uma festa tão bonita, que, todos os anos, leva um grande número de pessoas à Orla de Atalaia", disse.

Sucesso

Segundo Fernando Aguiar, assessor de comunicação do ‘Afoxé Omo Oxum`, a edição deste ano superou todas as expectativas. "Penso que o desejo de Mãe Marizete, em homenagear Oxum e todas as mulheres, não alcançaria tal proporção se não fosse sua forte liderança religiosa e o apoio incondicional do governador Marcelo Déda e do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira. Graças ao apoio deles e dos terreiros da cidade, que somaram forças a esse movimento, hoje trouxemos às ruas quase quatro mil mulheres, superando todas as edições passadas", comenta.

Para Mãe Marizete, que mesmo com os seus 71 anos não perde uma edição sequer do bloco, a noite desta quinta-feira foi marcada pela alegria do sucesso de mais um ano do Afoxé. "Que essa noite de nossa mãe Oxum seja de muito axé e alegria para todos. Estou muito feliz por mais um ano de vida do Afoxé Omo Oxum e pelas pessoas aqui presentes. Que todos sejam muito abençoados", finaliza.

Público

A Orla de Atalaia, local do cortejo, ficou pequena frente a grande quantidade de público presente na noite de homenagens a Oxum. Dentre as 4 mil mulheres que participaram do bloco, também acompanharam o cortejo milhares de pessoas, entre sergipanos e turistas, embalados pela forte percussão do Grupo Afoxé Omo Oxum e pelo som da cantora baiana Carla Cristina.

"Vim passar o fim de ano em Aracaju com minhas primas e elas me trouxeram para conhecer o Afoxé. Estou adorando tudo, desde a receptividade de todos até a diversidade de religiões que tem aqui", diz Neide Alves, turista de Alagoas.

Já para a D. Josefina dos Santos, aracajuana de 84 anos, o dia do Afoxé tornou-se o mais divertido do ano. "Venho todos os anos, desde que esse movimento surgiu. Quem me trouxe foi minha vizinha. Mas, isso só no começo, porque agora eu venho por mim mesma. Acho tudo muito lindo, as músicas, as danças. Ver toda essa gente se divertindo. Para mim, esse se tornou um dos melhores dias do ano", revela.