Sergipe

02/12/2011 às 10h15

Feira de Inclusão Produtiva já está acontecendo no centro comercial

Redação Portal A8

Para quem procura lembrancinhas para presentear amigos e familiares neste período de fim de ano, uma opção é a Expo Feira do Programa de Inclusão Produtiva, instalada na Praça Fausto Cardoso. O local tem 13 estandes de venda e mais de mil peças em exposição. São bonecas de pano, bolsas de material reciclado, tapetes, colchas, jogos de lençóis e de mesa, artigos de decoração natalina, entre outros itens, como doces e salgados, que têm despertado a atenção do público aracajuano.

"Começamos bem. As vendas estão boas e devem superar o desempenho registrado no ano passado", disse a coordenadora de Projetos Complementares da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc), Telma Vieira, responsável pelo Programa de Inclusão Produtiva.

A feira se estende até esta sexta-feira, 2, durante todo o dia, com o objetivo de escoar toda produção gerada nos cursos do Programa de Inclusão Produtiva. Os expositores são os Centros de Referência de Assistência Social e Cidadania (Cras), instituições conveniadas e órgãos da administração municipal, parceiros da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc), organizadora da feira.

"A feira representa um momento especial, porque traz para o público aquilo que os alunos dos nossos cursos produziram enquanto estavam aprendendo. É interessante a exposição dessas peças porque assim a sociedade pode mensurar com propriedade, a qualidade dos nossos cursos de qualificação", destacou o secretário municipal de Assistêcia Social e Cidadania, Bosco Rolemberg.

Negócios e cultura

Durante a feira, uma programação cultural está sendo realizada para presentear o público. Na manhã desta quinta-feira, crianças e adolescentes assistidos pelo Instituto Lourival Fontes apresentarem o espetáculo de dança Talentos Especiais. No início da tarde, a Liga da Alegria do Centro Comunitário Terezinha Meira trouxe para o palco da feira um outro espetáculo de dança. O Grupo de Idosos Pastoral Renascer, do bairro São Conrado, também se apresentou com a dança folclórica Samba-de-Coco. Na sequência, vem o espetáculo de balé com os filhos das mulheres cadastradas na Casa da Doméstica.

Nesta sexta-feira, 2, a programação cultural prossegue com mais dois espetáculos de dança: Cras Benjamim Alves de Carvalho (10 horas) e Grupo Raio do Sol Pro-Jovem (14h30). Na sequência, apresentação do Grupo de Pífano Cortejo, das 15 horas às 16 horas, fechando com o Grupo de Sopro da Escola de Música Valdice Teles, às 16h30.

 

Foto: PMA