Sergipe

30/11/2011 às 07h16

Simulado de evacuação do Tecarmo acontece no próximo sábado

Redação Portal A8
Esta é a terceira vez que o simulado de evacuação acontece (Foto: Ilustração/ ASN)

A Coordenadoria Especial da Defesa Civil de Sergipe (Codec) reuniu nessa terça-feira (29) todos os órgãos envolvidos para os últimos ajustes do Simulado do Plano de Evacuação da Comunidade (PEC) do Pólo Atalaia, antigo Tecarmo, onde funciona a unidade da Petrobras. O evento acontecerá a partir das 15h do próximo sábado (03) com a simulação de vazamento de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) de uma das esferas, com possibilidade de explosão.

De acordo com o plano, o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), é o primeiro a ser acionado em caso de alterações no funcionamento das esferas do Pólo Atalaia. A partir daí, uma série de comandos acontecem envolvendo a Petrobras, a Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Samu, Prefeitura de Aracaju e seus órgãos como a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), etc.

"Essa atividade é complexa, mas essencial para garantir a vida das pessoas que convivem no entorno do Pólo Atalaia. A prevenção aos riscos é fundamental e esse simulado tem a tarefa de preparar todos os atores para uma situação real, além da própria comunidade, que está envolvida neste processo desde o início", explicou o coordenador geral da Defesa Civil em Sergipe, major Erivaldo Mendes.

A estruturação do plano inclui o bloqueio de áreas, a organização de pontos de encontro da comunidade e a formação de uma sala de situação, que funcionará na Companhia de Polícia de Radiopatrulha (CPRP) da avenida Melício Machado, onde ficará pelo menos um representante de cada instituição envolvida para tomar decisões em relação à ocorrência e orientar as equipes da ponta, além de atualizar as informações oficiais.

A ocorrência

Com o suposto vazamento de gás, um sinal sonoro de emergência com toques curtos e intermitentes será emitido. A evacuação acontecerá a partir do sinal longo contínuo, quando as famílias deixarão suas casas. O Colégio Estadual Santos Dumont, localizado na pista de acesso ao aeroporto, será o ponto de abrigamento e de montagem da sala de emergência do Samu. A Secretaria Municipal de Assistência Social de Aracaju (Semasc) fará o atendimento social à comunidade, com o apoio das assistentes sociais da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social (Seides).

Alunos de enfermagem da Universidade Tiradentes (Unit) agirão como se fossem vítimas reais. Ao todo, 10 vítimas serão simuladas: três dentro do Pólo Atalaia e sete em áreas externas: uma grávida no Condomínio Sun Ville, um enfartado no Jardim Costa do Sol, uma criança pisoteada no Condomínio Parque Marine, duas vítimas de colisão entre moto e carro na saída do Hiper GBarbosa, uma pessoa com Distúrbio Neuro Vegetativo na Atalaia e um epilético no Loteamento Atalaia Sul.

O acesso às áreas do evento será restrito e as rodovias dos Náugrafos e Melício Machado estarão interditadas no sábado, dia 3, das 15h às 18h. De acordo com o major Linhares, diretor adjunto do Ciosp, após a confirmação da ocorrência, as viaturas mais próximas serão encaminhadas ao local para efetuar os bloqueios das vias.

"Pelo GPS a gente tem condição de saber onde está cada viatura e, a partir daí, encaminhá-la aos pontos de bloqueio até que os veículos da SMMT e CPRV cheguem ao local. Com o mapa digitalizado nas telas dos nossos atendentes também teremos condições de orientar a comunidade que ligar para o Ciosp sobre como proceder", explicou Linhares.

Orientações à comunidade

Já a partir do primeiro sinal todos deverão desligar objetos que produzam foto ou faísca como isqueiros, fogões e a energia elétrica de suas casas e lojas. A evacuação deverá ser feita sempre a pé para evitar acidentes e colisões, além do risco de explosão.

Há pessoas da própria comunidade, integrantes dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudec`s) para orientar a saída. Os pontos de encontro estabelecidos são as rótulas das avenidas Silvério Leite Fontes e Santa Tereza D`Ávila, Colégio Santos Dumont e Pista de Patinação na orla de Atalaia. Nestes locais as pessoas passarão por uma triagem e, caso necessário, removidas a outras áreas.

"Realizamos uma série de reuniões preparatórias com todos os envolvidos e a comunidade para garantir que o simulado funcione bem. De qualquer forma, estamos fazendo isso para aperfeiçoar nossas estratégias de segurança, descobrir e corrigir fragilidades, e evitar acidentes em caso de uma ocorrência real", afirmou Djalma Souza, gerente de Segurança Industrial do Pólo Atalaia.

O PEC

Esta é a terceira edição do Plano de Evacuação da Comunidade do Pólo Atalaia. As duas primeiras aconteceram nos anos de 2005 e 2008. A Núcleo Gestor do PEC é integrado por três representantes da Petrobras, três do Governo do Estado (Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Samu), e três da própria comunidade do entorno do Pólo Atalaia.

Fonte: ASN