Sergipe

18/11/2011 às 08h41

Moradores tem três meses para deixar casas nos fundos do Batistão

Redação Portal A8
Os moradores querem um auxílio moradia (Foto: Reprodução/ TV Atalaia)

Moradores de quatro imóveis localizados em um terreno no fundo do estádio Lourival Batista, na avenida Anízio Azevedo, no bairro 13 de Julho, vão ter que deixar suas residências após uma determinação judicial.

Os moradores alegam que já estão no local há 40 anos e não tem como deixar as casas. Como é o caso do desempregado Ademir Melo Santana, que diz não ter para onde ir. "Eles alegam que o terreno pertence ao Estado e por isso temos que sair sem direito a nada", declarou o morador que desabafa. "Só queremos que o Governo tenha sensibilidade, pois temos famílias e se não for dado um auxílio moradia nós vamos dormir na rua", afirmou Ademir.

De acordo com a PGE a área será utilizada para a ampliação do estacionamento do Batistão. As famílias há cinco anos lutam para permanecer no local, mas agora foi determinado um prazo até o dia 16 de janeiro do próximo ano para que deixem os imóveis.

A aposentada Marilene de Oliveira revela que já ficou doente por conta da situação. "Não tenho para onde ir com minha mudança, com minha aposentadoria não posso pagar aluguel", relatou a aposentada de 72 anos. "Naõ temos recursos, não fazemos questão de ficar, só queremos uma ajuda do Governo para uma moradia, não podemos ficar no relento", declarou Marilene.