Sergipe

26/09/2011 às 16h55

Governador assina contratos com o Banco Mundial para investimentos em Sergipe

Redação Portal A8

Na manhã desta segunda-feira (26) o governador do Estado, Marcelo Déda, participou da solenidade de assinatura de subprojetos do Programa Prosperar, com a presença do diretor do Banco Mundial (Bird) para o Brasil, Makhtar Diop. Os projetos contemplam 56 comunidades, representando um investimento de R$ 4,02 milhões e beneficia 2.508 famílias de 31 municípios sergipanos.

O Prosperar é uma ação do Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural (Seagri), executado pela Empresa de Desenvolvimento Sustentável do Estado de Sergipe (Pronese) e tem por objetivo a redução da pobreza no Estado por meio de financiamentos não reembolsáveis.

Depois do ato de assinatura dos convênios, onde participaram várias associações, o governador Marcelo Déda iniciou seu pronunciamento ressaltando a sua alegria de estar dando continuidade ao projeto Prosperar, cujo foco é melhorar a qualidade de vida no meio rural, promover a inclusão social e combater à pobreza extrema.

"Quando assinamos com o banco, nossa intenção era agregar as ferramentas que o Estado já dispunha, incorporar um novo elemento que nos permitisse apoiar ações e iniciativas nascidas na comunidade. Não executamos o que o Governo pensou e planejou, a nossa compreensão é que precisaríamos avançar ainda mais e criar condições para que as comunidades reunidas estabelecessem as suas prioridades do ponto de vista da infraestrutura produtiva, inclusão e desenvolvimento econômico local, para que tivéssemos condições de ajudar. Essa é a beleza do programa, não é o Governo que diz o que quer fazer, mas a comunidade que estabelece a sua prioridade e o Governo e o Banco Mundial disponibilizam os recursos", enfatizou Déda.

Francisco Carlos de Jesus, da Associação Comunitária Remanescente Quilombo Manoel Bernardes, de Frei Paulo, legitimou a fala do governador ao dizer que Sergipe avança. "Parabéns ao governador pela iniciativa, porque a partir de hoje sentimos mais um avanço em Sergipe. O Estado cresce, os agricultores de todos os municípios estão cada vez mais felizes, sabendo que o Governo é a nossa casa e temos a certeza que não iremos parar aqui", disse, ao discursar em nome dos agricultores sergipanos que estavam presentes.

Prosperar

A segunda fase do Programa de Combate à Pobreza Rural, o Prosperar, é resultado de acordo de Empréstimo Internacional com o Banco Mundial e vai beneficiar 20 mil famílias, através do financiamento de 500 projetos comunitários, não reembolsáveis, totalizando um investimento na ordem de R$ 45,98 milhões. Deste total de recursos, 77% (R$ 35,40 milhões) são originados de empréstimo junto ao Banco Mundial e 23% originados do governo estadual junto com a comunidade, que financia 10% do valor dos projetos.

O objetivo do Prosperar é incentivar as comunidades mais pobres do Estado a realizar empreendimentos de interesse comunitário que promovam o aumento do Índice de Desenvolvimento Humano dos municípios.

O acesso à um projeto obedece às diretrizes do Acordo de Empréstimo firmado entre o Banco Mundial e o Governo de Sergipe, que preveem que as comunidades devem estar organizadas em associações com interlocução e representatividade no Conselho de Desenvolvimento Municipal.


Com informações da ASN