Sergipe

20/09/2011 às 11h04

Audiência discute destino de animais abandonados nas ruas de Aracaju

Redação Portal A8

A fim de discutir a implantação de um local apropriado para a destinação de cães e outros animais abandonados em logradouros públicos da Capital e para tratar do controle ético e combate eficaz do mosquito responsável pela transmissão da doença calazar, a Promotoria de Justiça do Meio Ambiente e Urbanismo, reuniu-se, em Audiência Pública no Ministério Público de Sergipe, com diversos órgãos responsáveis pela temática.

O Número de animais abandonados nas ruas vem crescendo demasiadamente em Aracaju. Durante a audiência ficou constatado que, atualmente, o único local apropriado para acolher esses animais é o Centro de Zoonoses, que abriga animais portadores de doenças e um espaço disponibilizado pela Empresa Municipal de Serviços Urbanos - EMSURB. Tais locais não são suficientes para abrigar a demanda.

Após várias discussões buscando as soluções mais plausíveis para resolver a questão, o representante do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente - IBAMA sugeriu a formação de um grupo de trabalho, composto pelos órgãos presentes à audiência, com o intuito de elaborar um protocolo de procedimento de destinação dos animais apreendidos.

Além disso, o protocolo deverá conter informações sobre técnicas apropriadas e medidas a serem adotadas para controlar e combater, eficazmente, o mosquito transmissor do calazar.

Os resultados de tais ações deverão ser apresentados durante uma nova audiência pública que acontecerá no próximo dia 23 de setembro, às 9hs, no Ministério Público de Sergipe.

Fonte: MPE/SE