Sergipe

20/03/2009 às 17h57

Aracaju recebe `nova` Fausto Cardoso

Redação Portal A8

 

Praça Fausto Cardoso (Foto: Meme Rocha)

Um dos ícones da cidade, criado dois anos após o surgimento de Aracaju - a praça Fausto Cardoso - passou por reformas e foi entregues à população na tarde de hoje (20). O espaço público foi erguido em 1857 e leva o nome do influente político sergipano, destaque como deputado federal, jornalista, jurista, escritor e poeta, assassinado em agosto de 1906, durante o episódio conhecido como ‘a tragédia de Sergipe`.

 

Para a recuperação deste marco histórico e arquitetônico da capital sergipana, a Pprefeitura de Aracaju investiu R$ 1.208.000,31 em recursos próprios na área de 14.713m², que compreende a reestruturação no passeio; piso em concreto estampado vermelho e cinza (2.572m²), pedras portuguesas pretas e brancas (7.584m²), piso táctil (258 m²); implantação de paisagismo (3.130m² de grama) e plantio de 27 árvores (10 palmeiras imperiais e 17 ipês, árvore-símbolo do país).

A obra conta ainda com a reestruturação da ‘Alameda das Palmeiras`, espécie de caminho ladeado por palmeiras imperiais desde a altura da Ponte do Imperador até o lado oposto, em frente à praça Olímpio Campos, projeto original datado da época do império.

Nova Fausto Cardoso (Foto: Silvio Rocha)

 

Como o objetivo da obra foi a preservação do conjunto arquitetônico do espaço público, também mereceram atenção especial demais construções da praça, como os dois coretos; a estátua de três ninfas, quatro crianças, um ferreiro, uma fonte e de um monumento a Fausto Cardoso (erguido sobre os restos mortais do homenageado, assassinado há 152 anos).

Para valorizar ainda mais os benefícios implantados na praça, um projeto luminotécnico (iluminação de finalidade estética para destacar os monumentos) foi instalado lá, além da alocação de 20 postes em toda a extensão do espaço público em pauta.

Curiosidades

A Fausto Cardoso foi a primeira praça de Sergipe a receber uma estátua e recebeu definitivamente este nome no dia 12 de abril de 1912. Nela, está construído um conjunto de bens tombados pelo Patrimônio Histórico.