Política

02/04/2020 às 14h08

Sessão Remota: deputados testam equipamentos e já discutem pauta de votação

Rede Alese

Na manhã desta quinta-feira (2), em uma iniciativa inédita na história da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), os parlamentares  fizeram testes para a realização da  primeira Sessão Extraordinária com Votação Remota da Casa, a iniciativa é uma forma de conter a propagação do novo coronavírus. Além do teste praticado hoje, no modo Home Office, os  deputados  já iniciaram  também às discussões da pauta de votação da próxima semana. Dentre os assuntos, destaque para os pedidos de Decretação de Calamidade Pública, onde, dos 75 municípios sergipanos, 57 já se declararam estado de calamidade.

Nas discussões entre os parlamentares, o deputado Georgeo Passos (Cidadania) enfatizou que todos os municípios sergipanos terão queda nas suas arrecadações de impostos, como o  Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) e o do  Fundo de Participação dos Município(FMP). Avalia que diante do cenário atual irá complicar demasiadamente as finanças que garantem os serviços básicos  que são oferecidos aos cidadãos.

A observação do parlamentar do Cidadania foi  compreendida pelo presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Luciano Bisco (MDB).  Para Luciano, neste momento de Pandemia, os gestoras municipais precisam de todo o apoio da Assembleia Legislativa e dos demais poderes, no sentido de garantir os serviços básicos.

“As pessoas vão recorrer aos prefeitos e prefeitas em busca, por exemplo, de alimentos. E é fundamental que  os gestores municipais possam atender, pois estamos em situação de calamidade pública sim, e precisamos evitar que as pessoas passem fome. Essa é a hora de todos nós apoiarmos os sergipanos”, informou Luciano Bispo.

A primeira sessão remota da história do parlamento sergipano está prevista para acontecer na próxima semana. O Senado já inaugurou a sua primeira  sessão remota da história do país.


Fonte: Rede Alese