Previdência

Prova de vida passa a ser responsabilidade do INSS a partir de 2023

Cerca de 17 milhões de benificiários serão atendidos pelo órgão

Por Redação do Portal A8SE 25/01/2023 12h43
Prova de vida passa a ser responsabilidade do INSS a partir de 2023
Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

O ministro da Previdência, Carlos Lupi, assinou nessa terça-feira (24) o procedimento essencial que destina ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a prova de vida que antes era realizada pelo beneficiário.

Segundo o Ministério da Previdência, o INSS comprovará cerca de 17 milhões de beneficiários em 2023. Esse procedimento é responsável por garantir o pagamento de aposentadorias e pensões.

Com a nova medida, o INSS terá 10 meses para comprovar se o titular está vivo, a partir da data de aniversário do segurado. Caso a confirmação não seja realizada nesse prazo, o órgão tem mais dois meses para concluir.

O INSS será responsável por fazer cruzamento de dados com outras empresas para comprovar a vida dos segurados.

Vale lembrar que o procedimento deixou de ser obrigatório para os beneficiados, a fim de garantir segurança para os idosos que possuem algum tipo de morbidade. Aqueles que desejarem realizar o procedimento podem comparecer a uma agência bancária ou se manifestar pelo aplicativo do INSS.