Dignidade Menstrual

Projeto arrecada absorventes para mulheres em situação de vulnerabilidade financeira em Sergipe

O objetivo é levar, mensalmente, kits de higiene para as jovens da região, além de também oferecer palestras que falem sobre temas como relações sexuais, ISTs, higiene íntima e assuntos relacionados

Por Redação do Portal A8SE 15/09/2021 10h05
Projeto arrecada absorventes para mulheres em situação de vulnerabilidade financeira em Sergipe

A pobreza menstrual, como o próprio nome já diz, tem a ver com pobreza na falta de acesso a recursos, infraestrutura e até conhecimento por parte de meninas e mulheres nos cuidados que envolvam a própria menstruação. Segundo o levantamento “Pobreza Menstrual no Brasil: desigualdade e violações de direitos”, realizado pelo Unicef, trata-se de um fenômeno afetado pela desigualdade social, racial e de renda.

De acordo com o estudo realizado, cerca de 713 mil meninas vivem sem acesso a banheiro ou chuveiro em seu domicílio e mais de 4 milhões não têm acesso a itens mínimos de cuidados menstruais nas escolas.

Também, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), é apontado que, no mundo, uma em cada dez meninas falta às aulas durante o período menstrual. Já no Brasil, esse número é ainda maior: uma entre quatro estudantes já deixou de ir à escola por não ter absorventes.

Pensando em levar essa dignidade para mulheres e meninas que vivem em situação de vulnerabilidade financeira, um grupo de amigos do Coletivo Yibambe, se reuniu para criar o ‘Projeto Dignidade Menstrual’. O projeto tem como integrantes o professor Jairton Peterson Rodrigues, a estudante de medicina Tassiana Lisboa, a pré-universitária Nicole Genieve e a bibliotecária Camila Barreto.

O programa surgiu a partir de uma visita feita a famílias carentes no município de Estância, litoral Sul do estado, onde duas jovens estavam com suas roupas sujas de sangue menstrual por não ter condições de comprar os produtos de higiene, e perceberem que a realidade não era única daquela família, mas de toda a comunidade.

Por esse motivo, o objetivo é levar, mensalmente, kits de higiene para as jovens da região, além de também oferecer palestras que falem sobre temas como relações sexuais, ISTs, higiene íntima e assuntos relacionados.

A primeira doação será feita no dia 24 de setembro, no Quilombola do Porto da Areia, no município de Estância-SE.

Para doar

Quem quiser contribuir a partir de doação monetária, o Pix para transação do valor é o: (79) 9 9994-7974 - Jairton Peterson Rodrigues

Para quem desejar fazer a doação em forma de pacotes ou materiais higiênicos, estão sendo disponibilizados os seguintes endereços:

  • Rua Jasiel de Brito Cortes, 655, Condomínio Recanto das Palmeiras, Bloco K, 203, Bairro Jabotiana - Aracaju-SE;
  • Avenida oceânica 2467, Coroa do Meio - Aracaju-SE;
  • Avenida Hermes Fontes, n° 2022. Torre Ipê, apt 1104. Condomínio Morada das Árvores, Bairro Luzia - Aracaju-SE;
  • Rua Cuba, 407, Bairro Novo Paraíso - Aracaju-SE;
  • Rua do Quilombo, 435, Centro - Estância-SE (Em frente ao Posto de Saúde, casa de Maria dos Canudinhos).