Homenagens

Personalidades lamentam a morte de João Alves Filho

Políticos foram às redes sociais prestar condolências à família e homenagear João Alves

25/11/2020 11h56
Personalidades lamentam a morte de João Alves Filho

Muito querido pelo povo sergipano e por ser respeitado no meio político, várias personalidades manifestaram pesar pela morte do ex-governador, João Alves Filho. Desde o início da manhã desta quarta-feira (25), políticos foram às redes sociais prestar condolências à família e homenagear João Alves.

O Governo do estado e a Prefeitura de Aracaju decretaram luto oficial de três dias. O governador Belivaldo Chagas (PSD) colocou o Palácio Museu Olímpio Campos à disposição da família.

Por meio de nota de pesar, o chefe do Executivo destacou o trabalho do ex-governador João Alves na vida pública.

"O ex-governador João Alves, sem dúvida alguma é uma das mais importantes referências políticas que temos no nosso estado. João Alves foi especial para Sergipe e realizou obras importantes para o povo sergipano. Estivemos em campos opostos ideológica e politicamente, mas sempre nos tratamos de maneira respeitosa. Tivemos uma relação institucional muito saudável. Seu legado será lembrado com apreço e respeito", afirmou Belivaldo Chagas.

A vice-governadora Eliane Aquino destacou a importância de João Alves para os sergipanos. “Eu desejo que a sua longa trajetória política receba os devidos cuidados na história de Sergipe, que as novas gerações conheçam tudo o que o senhor fez por este estado e que os bons anjos estejam ao seu lado”, declarou.

Em seu perfil em uma rede social, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), comunicou que além de decretar os três dias de luto oficial, a estrutura da prefeitura estará à disposição da família para as devidas e justas homenagens.

“Na política, sempre estivemos em lados diferentes, mas jamais deixei de ter respeito por ele e pelo imenso legado que edificou em nosso estado. João realizou importantes obras e contribuiu efetivamente para o progresso de Sergipe”, disse Edvaldo Nogueira.

"Perdemos agora uma das figuras mais marcantes do século em nosso estado. O sonhador e notável homem público o Governador Dr. João Alves Filho. Consternado apresento aos seus familiares meus mais sentidos pêsames", lamentou o ex-senador Dr. Francisco Guimarães Rolemberg.

"Dr. João foi um homem público que revolucionou a história da política no nosso Estado, desde o momento da sua primeira eleição em 1982, buscando novos quadros políticos, modernizando a administração e realizando obras estruturantes em todo Estado. Estivemos juntos e divergimos também. O mais importante é reconhecer o conjunto da sua obra em favor de Sergipe e do nosso povo”, disse o ex-governador Jackson Barreto.

“Empreendedor e visionário, João Alves ficará na memória dos sergipanos como um dos mais relevantes homens públicos do nosso estado”, destacou o deputado federal Laércio Oliveira.

Em nome da Arquidiocese, o arcebispo metropolitano de Aracaju, dom João José Costa, divulgou uma nota de pesar lamentando o falecimento do ex-governador. “Sergipe perde um dos seus mais proeminentes líderes políticos, um homem público reconhecido pela extraordinária contribuição para o desenvolvimento do estado, sempre sensível aos apelos da Igreja, sobretudo em favor dos mais pobres”, pontuou. A Arquidiocese também registrou suas condolências aos familiares do ex-governador.

O Ministério Público de Sergipe se manifestou por meio de nota e o Procurador-Geral de Justiça Manoel Cabral Machado ressaltou as qualidades do gestor político, “Sergipe perde uma das figuras públicas mais importantes, um exímio administrador e um político visionário, que deixou indeléveis legados em nosso Estado e em nossa capital, nas várias gestões que conduziu”.