Atualização

Caso Verônica: taxista suspeito de envolvimento na morte de mulher carbonizada em Areia Branca é preso

Justiça converteu em preventivas as prisões temporárias de irmã e cunhado, casal suspeito de tramar a morte da jovem.

Por Redação do Portal A8SE 14/12/2021 09h26
Caso Verônica: taxista suspeito de envolvimento na morte de mulher carbonizada em Areia Branca é preso
SSP/SE

O taxista suspeito de envolvimento na morte de Verônica Elisiane Barbosa Mesquita, de 23 anos, foi preso pela Polícia Civil na manhã desta terça-feira (14), em Nossa Senhora do Socorro. A vítima morreu após ser atingida com golpes de facas no banco traseiro do veículo enquanto se deslocava na companhia da irmã para o Povoado Cajueiro, no município de Areia Branca.

Durante o trajeto, a jovem teve o corpo queimado e desovado no local onde foi encontrado por populares, em uma área de mata às margens de um rio no Povoado Pedrinhas.

A irmã paterna e o cunhado, também apontados como suspeitos do homicídio, foram detidos no dia 15 de novembro e tiveram as prisões temporárias convertidas em preventivas pela Justiça. Ambos confessaram a autoria do crime, alegando que trabalhavam com agiotagem e estavam com dívidas financeiras.

A motivação foi em decorrência de dinheiro, da questão de cobrança, de ter gastado demais e que teria que pagar, mas não teria a quantia necessária para efetuar o pagamento. Elas trabalhavam com agiotagem juntas. O relato de uma das partes seria de que a jovem estaria ameaçando matar a irmã e para não ser morta, ela resolveu matar primeiro.

explica a delegada Jéssica Garcia.

Verônica Elisiane trabalhava com serviços gerais e morava na cidade de Itabaiana. Com a perda repentina, a jovem deixou dois filhos órfãos. O pai das crianças morreu em um acidente de trânsito no final de semana anterior ao crime.

A Polícia Civil informou que o inquérito foi finalizado com o indiciamento dos três suspeitos. O caso será analisado pelo Ministério Público e, em seguida, encaminhado para a Justiça.