Mundo

05/12/2011 às 14h26

Madeleine McCann foi sequestrada por "gangue de pedófilos", diz jornal

Redação Portal A8

Detetives da Scotland Yard (a polícia metropolitan de Londres) viajaram à Espanha em busca de novas evidências sobre o paradeiro da menina Madeleine McCann, afirma o tabloide britânico Daily Mail nesta segunda-feira (5). De acordo com o jornal, Madeleine pode ter sido vítima de uma "gangue de pedófilos" que, após sequestrá-la, teriam levado a menina de Portugal à Espanha.

Madeleine McCann desapareceu em 2007, poucos dias antes de seu aniversário de 4 anos, quando dormia no quarto de um hotel de Praia da Luz, onde a família passava férias em Portugal. Os pais da menina, Kate e Gerry McCann, estão convencidos de que a filha foi sequestrada, mas ela nunca foi encontrada. Depois de 14 meses de uma investigação controversa, Justiça portuguesa declarou o caso encerrado, mas as autoridades britânicas decidiram reabrir o caso em maio deste ano.

De acordo com o Daily Mail, os oficiais da Scotland Yard viajaram à Barcelona, na Espanha, há cerca de duas semanas. Eles investigam pistas de que Madeleine teria sido raptada de barco e atravessado a fronteira marítima entre Portugal e Espanha. O jornal cita suspeitas de que ela teria sido abduzida por uma "gangue de pedófilos", mas não dá mais detalhes sobre a hipótese.

Em setembro de 2009, os McCann receberam "mais de mil denúncias" sobre uma mulher parecida com a cantora pop Victoria Beckham (mulher do jogador de futebol David Beckham) que poderia estar ligada ao desaparecimento da garotinha.

A mulher, de sotaque australiano, pediu para uma testemunha não identificada vigiar sua "nova filhinha" em um porto de Barcelona no dia 7 de maio de 2007, apenas quatro dias depois do desaparecimento de Madeleine.

A polícia tem informações de que uma garotinha com traços similares aos de Madeleine foi vista na Espanha apenas poucos dias após seu misterioso desaparecimento. Até hoje a polícia portuguesa convive com acusações de incompetência por não ter avisado sobre o sumiço de Madeleine McCann aos seus serviços de fronteira com rapidez. De acordo com o Daily Mail, demorou 12 horas para que as fronteiras fossem avisadas sobre as características da menina.

Fonte: R7