Brasil

23/03/2010 às 09h19

Brasil ajuda com R$340 milhões vítimas do Haiti

Aconteceu reunião com representantes de países afim de discutirem a reconstrução do Haiti

Redação Portal A8

Altos representantes de mais de cem países, entre eles o Brasil, reuniram-se quarta-feira (31) na sede da ONU, em Nova York, para retomar as discussões sobre o processo de reconstrução do Haiti, devastado por um terremoto no dia 12 de janeiro. A missão da conferência promete arrecadar R$ 6,8 bilhões (US$ 3,8 bilhões) de governos e entidades privadas.

Haiti será beneficiado por países (Fonte:Vooz)

Segundo o Ministério das Relações Exteriores do Brasil, o país já aprovou R$ 340 milhões em recursos suplementares para o Haiti.

O principal representante brasileiro no encontro foi o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, que anunci ounovas ofertas de ajuda ao país nos campos social e econômico.

Embora ainda não esteja claro o valor ou o destino dessas novas doações brasileiras, é provável que investimentos sejam destinados a escolas e hospitais e à recuperação da infraestrura haitiana.

O Brasil também lidera as tropas da Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (Minustah), para a qual o governo mobilizou 900 novos militares, dobrando o efetivo presente na região antes do terremoto.

Em Comunicado, a Organização das Nações Unidas (ONU) informou que só poderão ter envolvimento os países que oferecerem doações para recuperação de longo prazo durante a conferência. Os protagonistas da reunião deverão ser os Estados Unidos, que têm interesse estratégico em manter a estabilidade da região, o Brasil, que lidera as tropas de paz na área, e a União Europeia, que anunciou doações de quase R$ 1 bilhão.

As ações dos países doadores vão se basear nas prioridades estabelecidas pelo Plano de Ação para a Recuperação e Desenvolvimento do Haiti, documento aprovado em reunião preparatória e que contém as principais necessidades em áreas como infraestrutura, educação e saúde, cumprindo um prazo de 18 meses.

Fonte: Com informações do R7