Sergipe

31/08/2020 às 17h55

Vigilância Sanitária de Aracaju fiscaliza reabertura de academias

Ascom/SMS

 

Nesta segunda-feira (31), a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), segue orientando e fiscalizando os protocolos na reabertura das academias, que estavam temporariamente com as atividades suspensas. As equipes da Rede de
Foto: Ascom/SMS
Vigilância Sanitária (Revisa) da SMS verificam o cumprimento das medidas sanitárias, de distanciamento social, higienização das mãos, ambientes e objetos conforme os decretos previstos para enfrentamento e prevenção da covid-19.

Com a aprovação do protocolo sanitário de regulação para as atividades físicas individuais, em academias, clubes e afins, entre outras considerações, os estabelecimentos voltam a funcionar de segunda a sábado, com horário a ser definido por cada local, conforme capacidade de ocupação que deve ser limitada a 50%; devendo ser reservado horário para clientes que fazem parte do grupo de risco, o que inclui pessoas com 60 anos ou mais.

De acordo com a gerente de Serviços de Interesse à Saúde da Revisa, Andreza Messias Mídeo, inicialmente está sendo realizada uma fiscalização no sentido de orientar os donos dos estabelecimentos, para que eles possam seguir o que foi determinado no decreto.

“O documento salienta que as atividades devem ser realizadas mediante agendamento, e os alunos devem permanecer no espaço apenas no tempo agendado; pessoas com sintomas de síndrome gripal ou caso suspeito de coronavírus não poderão frequentar os locais; e áreas de atividades não essenciais ou espaços coletivos”, explica.

Uso obrigatório da máscara

As academias também devem orientar seus funcionários sobre o uso obrigatório de máscaras e todos os equipamentos de proteção individual, além do que prevê os protocolos sanitários. Da mesma forma, os alunos deverão ter acesso às normas sanitárias que precisam estar expostas nos ambientes do estabelecimento.

“Vale destacar que entre as medidas sanitárias está o distanciamento mínimo entre os alunos assim como entre os equipamentos que são de 2 metros. A higienização dos equipamentos deve ser feita com álcool 70% ou outra substância sanitizante, a cada 50 minutos, durante o intervalo entre o uso dos alunos. O uso de máscaras deve ser obrigatório, inclusive durante a atividade física”, reforça.

Para o gerente da Academia, Thiago Assis, esta orientação é muito importante para reforçar os cuidados.

"Hoje o nosso cuidado está muito mais eficaz e os nossos alunos podem voltar mais tranquilos para fazer atividade física seguindo as normas sanitárias”, afirmou.

Atuação e Denúncia

A forma de atuação da Vigilância Sanitária é orientar e quando fiscalizar as adequações necessárias, determinar um prazo de retorno. Caso as inadequações permaneçam, o estabelecimento será notificado com um prazo de 24h, sendo reincidente, a Vigilância suspende as atividades do estabelecimento, podendo gerar multa ou até suspensão da licença sanitária.

Havendo o descumprimento das medidas nos estabelecimentos da capital, as denúncias podem ser realizadas junto à Ouvidoria da Secretaria Municipal da Saúde, através do telefone 0800 729 3534, digitando a opção 7.

Fonte: Ascom/SMS