Sergipe

22/07/2020 às 09h57

Abrape-SE discute soluções pós-pandemia em reunião virtual com a Funcaju

Assessoria do evento

Em mais uma reunião com órgãos públicos, a diretoria da Associação Brasileira de Promotores de Eventos - Seccional Sergipe conversou com o presidente da Fundação Cultural Cidade de Aracaju - Funcaju, Luciano Correia. O objetivo inicial das conversas com os presidentes e diretores dos órgãos municipais é de apresentar a entidade e já ir debatendo ideias e soluções para o setor do entretenimento em Sergipe em um futuro pós-pandemia, como também fazer com que a associação participe da criação do protocolo de retomada desse meio no estado.

“As reuniões seguem a mesma linha de apresentar a entidade e mostrar o nosso protocolo para a retomada de eventos pós-pandemia. A Funcaju, assim como a Funcap, é um órgão que lida diretamente com a cultura da capital e a conversa serviu para sabermos do presidente Luciano Correia como está o trabalho da fundação e o que ele pensa e pode acrescentar para discutir com a nossa associação trazendo benefícios para o nosso setor”, destacou Gustavo Paixão, que é um dos diretores da Abrape-SE. 

 
Para o presidente da Funcaju, Luciano Correia, essa intermediação da Abrape com os órgãos públicos é de suma importância porque institucionaliza os procedimentos e as relações no mercado e nos protocolos com o poder público profissionalizando ainda mais o setor do entretenimento no estado. 

"A reunião com os dirigentes da Abrape/SE foi bastante proveitosa porque iniciamos um diálogo que já deveria ocorrer desde sempre. Creio que, além de restaurarmos um diálogo que deixou de ser priorizado em outros momentos, também sinaliza para uma construção futura em sintonia com esse importante segmento da cadeia produtiva da cultura, espetáculos e eventos em Aracaju", explicou Luciano. 
 
ABRAPE
 
A Associação Brasileira dos Promotores de Eventos – ABRAPE, é uma entidade nacional fundada em Brasília em 1992 que, fundamentada nos princípios sociais de cooperação, integração e ética, tem por objetivo representar as empresas produtoras e promotoras de eventos culturais e de entretenimento no Brasil, preservar seus interesses e direitos, e promover o desenvolvimento e a valorização do setor que é hoje um dos maiores expoentes nacionais na oferta de empregos diretos e indiretos, e na geração de renda, movimentando bilhões de reais anualmente.
 

Fonte: Assessoria do evento