Sergipe

30/05/2020 às 08h56

Investigado por participar de grupo criminoso, ex-policial militar morre em confronto com a polícia

Com informações da SSP/SE

Na noite desta sexta-feira (29), no bairro Cirurgia em Aracaju, policiais abordaram homens que realizariam assalto no interior de Sergipe. Segundo a polícia, eles estavam em dois veículos, um Ônix e um Ford Ka, mas os suspeitos reagiram à abordagem e realizaram vários disparos contra as equipes. Os policiais reagiram e o que estava no Ford Ka, Luciano Santos Andrade, mais conhecido como Poli (ex-policial militar), foi atingido, levado ao hospital, mas morreu.

Ainda segundo informações divulgadas pela Secretaria de Segurança Publica, a operação é resultado de um levantamento feito pela Delegacia de Frei Paulo e investigava a ação de um grupo criminoso que realizava roubos e arrombamentos em diversas partes do estado. O trabalho foi realizado por equipes do Comando do Policiamento Militar do Interior (CPMI), Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (Ciopac) e Coordenadoria das Delegacias do Interior (Copci).

Segundo o coronel Fábio Rolemberg, comandante do policiamento do interior, os assaltantes chegavam a se passar por policiais para manter pessoas como reféns e realizar os assaltos. Na noite desta sexta, a polícia teve a informação de que o grupo se encontraria em um local em Aracaju, iria para a região agreste do estado e faria uma série de roubos na região de Frei Paulo e cidades vizinhas.

A polícia mantém as investigações para localizar os outros homens envolvidos com o grupo criminoso.

 

Em março deste ano, o repórter Marcos Couto, no programa Cidade Alerta flagrou ao vivo a chegada de Luciano, após ser preso pelo Getam. 

 


Fonte: Com informações da SSP/SE