Sergipe

18/05/2020 às 15h57

PM e prefeituras participam de operação para coibir descumprimento de decreto em lojas comerciais

SSP/SE

Na manhã desta segunda-feira (18), equipes do Comando do Policiamento Militar da Capital (CPMC) deram início a uma ação conjunta com

Foto: SSP/SE
organismos municipais como a defesa civil, guarda municipal, superintendência municipal de transporte e trânsito (SMTT) e vigilância sanitária. O objetivo é dar cumprimento ao Decreto Estadual nº 40.588, que visa conter a disseminação do coronavírus em Sergipe.

As equipes dão andamento à operação que segue durante todo o dia de hoje nos municípios de São Cristóvão, Maruim, Barra dos Coqueiros, Laranjeiras, Nossa Senhora do Socorro e Aracaju.  São mais de cinco unidades da Polícia Militar envolvidas na ação, além das equipes de áreas estão envolvidas também unidades especializadas, a exemplo, Batalhão de Radiopatrulha (BPRp), Grupamento Especial Tático de Motos (Getam), Esquadrão de Polícia Montada (EPMon) e o Batalhão de Polícia de Choque, além de uma equipe de elaboração dos Termos Circunstanciadas de Ocorrências, para os casos de identificação de crimes de menor potencial ofensivo. Além da fiscalização, a força-tarefa realiza aferição de temperatura, distribuição de máscaras e desinfecção de locais públicos.

"Estamos com este trabalho de fiscalização, dando cumprimento ao que preconiza as determinações impostas pelo Governo de Sergipe, com o objetivo de coibir a propagação do novo coronavírus”, afirmou o comandante do CPMC, coronel Neto. Ele reforçou que essas medidas para enfrentamento emergencial em decorrência da Covid-19 são temporárias, durarão apenas enquanto a pandemia não for controlada.

“Precisamos pensar no coletivo. Sabemos que o momento é difícil para todos, mas medidas como essa da suspensão do serviço de estabelecimentos comerciais, visam conter esse mal que vem assolando várias partes do mundo. Estamos todos juntos numa batalha para conter o avanço do vírus e, com certeza, passaremos por esse problema e logo logo voltaremos com as nossas rotinas normais”, finalizou o oficial superior.


Fonte: SSP/SE