Sergipe

01/05/2020 às 08h15

Governo de Sergipe revoga flexibilização de atividades comerciais

Agência Sergipe de Notícias

As medidas passam a valer a partir desta sexta-feira (1º de maio). A liberação para funcionamento das joalherias e relojoarias havia sido suspensa na quarta-feira (29).  A decisão foi divulgada nesta quinta-feira (30), pelo governador Belivaldo Chagas, durante coletiva de imprensa e revoga trechos do Decreto nº 40.588, de 27 de abril de 2020 e do Decreto 50.576, de 16 de abril de 2020, que traziam medidas de flexibilização programada de atividades comerciais.

 Foram restabelecidas as medidas de fechamento para imobiliárias, escritórios de arquitetura e engenharia, concessionárias e lojas de tecidos e armarinhos. Além disso, não serão mais autorizadas a retornar à atividade, com previsão em 02 e 04 de maio, as lojas de cosmético e perfumaria, lojas de móveis, colchões e eletrodomésticos, de produtos de climatização, livrarias e papelarias. 

Os consultórios de odontologia, fisioterapia, psicologia, fonoaudiologia, nutrição, bem como os serviços especializados de podologia poderão funcionar para a prestação de serviços especializados enquadrados como de urgência e emergência, observada a catalogação prevista nos conselhos de classe e as normas adicionais de biossegurança.

Segundo o governador, quando o Estado permitiu a abertura de alguns segmentos do comércio o fez a partir do princípio que os segmentos selecionados não gerariam aglomeração e exigindo o cumprimento das recomendações preventivas dos órgãos de Saúde. “Muitos deturparam esse entendimento e houve exagero. Então vamos revogar, como havíamos dito desde princípio que faríamos caso os nossos técnicos nos orientasse a isso, houvesse alguma alteração de rumo ou as pessoas não respeitassem os limites que impusemos”, disse o governador.


Fonte: Agência Sergipe de Notícias