Sergipe

30/04/2020 às 14h10

Lacen reduz tempo resposta para resultados de análises do Coronavírus

SES

Sergipe diminuiu o tempo de espera para exames de diagnóstico da Covid-19, o resultado é liberado em até 24 horas, sendo que o prazo máximo estipulado é de 48 horas. A agilidade desses resultados é fruto do comprometimento das equipes de profissionais do Laboratório Central de Saúde Pública de Sergipe (Lacen), unidade responsável pela realização das análises para detecção da patologia nos serviços, público e privado no Estado.

Com capacidade instalada para executar até 864 testes para Covid ao dia, atualmente, o Lacen realiza uma média de 200 exames para investigar a suspeita da Covid-19 na população sergipana. Com a aquisição de novos equipamentos como termocicladores adquiridos com recursos da Secretaria de Estado da Saúde (SES), além do extrator automatizado de ácidos nucléicos disponibilizados através da parceria com o Ministério da Saúde (MS).

A gerente do laboratório de Biologia Molecular, Gabriela Bezerra, relatou que as mudanças promovidas na instituição incluindo a extensão do horário de funcionamento que acontece de segunda a domingo, incluindo os feriados, visam agilizar o tempo resposta das análises. “Estamos recebendo as amostras todos os dias até às 16h30, porém as equipes estão trabalhando em várias frentes com a separação das amostras do material coletado na nasofaringe e orofaringe por centrifugação, em seguida a extração do RNA e amplificação do vírus”, explicou a bióloga.

O cuidado dos servidores para atender às demandas que chegam ao Lacen conta com total empenho da gestão da Fundação de Saúde Parreiras Horta (FSPH) e da Secretaria de Estado da Saúde (SES), que contratou de dez novos profissionais para se juntar à equipe de trabalho no Laboratório Central.

“Temos bons profissionais responsáveis pela prestação de serviços especializados e de alta complexidade que são vitais para diagnóstico de várias doenças que acometem a população. No caso da Covid-19, temos um agravo de saúde pública que afetou a todos. A ampliação do parque tecnológico, contratação de biomédicos, técnicos e a extensão do horário de funcionamento, tem como principal beneficiário o usuário atendido da rede de saúde”, destacou Cliomar Alves dos Santos, superintendente do Lacen.

Conforme ainda o gestor, mesmo em meio à pandemia, a população pode se sentir segura com o trabalho realizado pelos profissionais para detectar a doença. “Temos biólogos, farmacêuticos, bioquímicos, químicos, técnicos em analises de laboratório e profissionais de apoio que trabalham diariamente em prol da saúde dos cidadãos sergipanos. Essa união de forças é que torna possível alcançarmos resultados satisfatórios para atender a sociedade nesse momento de enfrentamento a pandemia”, ressaltou o farmacêutico bioquímico.

Serviço

De acordo com dados do Laboratório de Biologia Molecular, no último final de semana, relativo aos dias 25 e 26 de abril, o serviço recebeu 293 amostras para análise do coronavírus (SARS-CoV2), oriundos de unidades de saúde dos serviços, público e privado de Sergipe. "Para viabilizar os procedimentos o material deve ser cadastrado no sistema de Gerenciamento de Ambiente Laboratorial - GAL e vir acompanhado para o Lacen com a ficha cadastral com informações clinicas do paciente, preenchido pelo hospital ou pela Unidade de Pronto Atendimento - UPA”, conclui Cliomar Santos.


Fonte: SES