Sergipe

19/03/2020 às 11h33

Ao menos 19 estados brasileiros restringem atendimento nas delegacias durante pandemia do Coronavírus

SSP/SE

 

Em Sergipe, o foco do atendimento está em situações como prisões em flagrante, homicídios, latrocínios, feminicídios, dentre outras

Até esta quinta-feira, 19, ao menos 19 estados brasileiros já restringiram o atendimento nas delegacias apenas para casos considerados mais graves. Dentre os atendimentos previstos, estão as situações que envolvem crimes como homicídios, latrocínios, feminicídios, estupro, violência doméstica. A população pode comunicar e registrar boletins de ocorrência para casos não considerados graves por meio da Delegacia Virtual, no site: https://portalcidadao.ssp.se.gov.br/DelegaciaVirtual.

A portaria normativa publicada pela Polícia Civil de Sergipe, nessa quarta-feira, 18, em reunião entre a delegada geral, Katarina Feitoza, coordenadores das delegacias da capital e do interior, e chefes de todos os departamentos, prevê o atendimento presencial apenas para casos considerados graves.

Os casos são: prisão em flagrante, roubo e furto de veículos, roubo, furto qualificado com rompimento de obstáculo em estabelecimentos comerciais e residenciais, extorsão mediante sequestro e cárcere privado, homicídio e feminicídio, estupro, violência doméstica com necessidade de medida protetiva de urgência e crimes praticados contra criança e adolescentes e grupos vulneráveis, roubos de cargas e outros casos que serão analisados pelo delegado de polícia em que esteja configurado emergência policial.

Enquanto, durar os efeitos da pandemia do Coronavírus não será permitido confeccionar boletins de ocorrências de fatos atípicos (não criminosos) nas delegacias, somente na Delegacia Virtual. No caso de turistas, o boletim poderá ser feito, presencialmente, apenas na Delegacia do Turista (Detur), localizada na Orla de Atalaia. A portaria também proíbe pelos próximos 15 dias, a visitação de presos nas unidades da capital e do interior. Nas unidades administrativas da Polícia Civil, todo o atendimento presencial será suspenso.


Fonte: SSP/SE