Sergipe

19/02/2020 às 10h40

Polícia Militar de Sergipe doa 85 armas de fogo para Guarda Municipal de Socorro

Ascom PM/SE

A Polícia Militar de Sergipe (PM/SE) realizou na manhã da última terça-feira (18) a doação de 85 revólveres calibre 38 para a Guarda Municipal de Nossa Senhora do Socorro. A entrega aconteceu no Quartel do Comando Geral, em Aracaju, e contou com a presença de autoridades civis e militares.

De acordo com o subcomandante da PM/SE, coronel Paulo Paiva, as armas da marca Rossi estão em ótimo estado de conservação e, assim como foram bastante úteis para os policiais militares, continuarão sendo bem aproveitadas, agora sob a cautela dos guardas municipais de Socorro. “Quero expressar a satisfação da Polícia Militar em estar contribuindo com a Guarda de Socorro, uma instituição que sempre nos apoia, para seguirmos de mãos dadas, em prol da segurança pública do Estado de Sergipe”, comentou.

Durante o ato de entrega dos armamentos, o prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo, agradeceu a doação e enalteceu a parceria com a Polícia Militar. “O apoio da Polícia Militar, certamente nos favorece com os meios necessários para levar segurança para a população do nosso município. Socorro tem aproximadamente 200 mil habitantes e um grande desafio no que se refere à segurança pública”.

O prefeito também lembrou que no início da sua gestão, em 2017, a Guarda Municipal não possuía armamentos e por meio de uma parceria com a Polícia Militar, recebeu 75 armas, num total de 160, somando-se os 85 revólveres doados no dia de hoje.

As doações foram coordenadas pela 4ª Seção do Estado Maior, setor responsável pela infraestrutura e logística de materiais e serviços da Polícia Militar, atualmente comandada pelo coronel Carlos Rolemberg. “Essa integração entre os órgãos de segurança pública é de suma importância para o combate ao crime e à violência em Sergipe, por isso, a determinação do comandante da Corporação é que pudéssemos beneficiar a Guarda Municipal de Socorro, visando dotar os agentes com melhores condições para o desenvolvimento das suas funções”, explicou o coronel.


Fonte: Ascom PM/SE