Sergipe

29/01/2020 às 16h01

Pesquisa do Procon Aracaju registra aumento da cesta básica na capital

Agência Aracaju de Notícias

A Prefeitura de Aracaju disponibiliza, nesta quarta-feira (29), a primeira pesquisa comparativa de preços de cesta básica de 2020 feita pela Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec). Realizada pelo Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), nos dias 27 e 28, a ação objetiva monitorar o mercado na capital sergipana e trazer referências de preços aos consumidores.

Durante o levantamento, foram visitados oito estabelecimentos comerciais, nos quais foram obtidos os valores de 49 diferentes produtos que compõe a cesta básica. Dentre eles, estão tanto aqueles voltados para a alimentação, como arroz e feijão, quanto produtos de higiene pessoal e de limpeza, como creme dental, sabonete e sabão em pó.

O coordenador do Procon Aracaju, Igor Lopes, aponta que, em relação à última pesquisa de 2019, realizada no dia 26 de novembro, foi observado aumento dos preços. "Todos os oito estabelecimentos visitados apresentaram aumento no preço total na cesta básica", afirma Igor.

Ainda segundo Igor Lopes, a variação de preços praticada entre os estabelecimentos é permitida pela Constituição Federal, de acordo com o princípio da livre concorrência, não cabendo aos órgão de proteção a regulação dos valores cobrados. "Por isso, é importante que o consumidor desenvolva o hábito de, antes de fazer a aquisição do produto, pesquisar. Assim, é possível planejar suas compras de acordo com seu orçamento", orienta o coordenador.

O levantamento busca também incentivar a prática do consumo consciente, como explica a coordenadora de Educação e Pesquisa do Procon Aracaju, Grazielle Nery. "Divulgando a pesquisa, além de cumprir a Lei, estamos ajudando o consumidor a ter acesso a esses números de maneira facilitada", ressalta.

As variações de preço encontradas durante o levantamento correspondem aos dias em que a ação foi realizada. Dessa forma, ao realizar as compras, é possível que o consumidor se depare com alterações nesses preços, devido a possíveis descontos, ofertas ou promoções. Além disso, estabelecimentos de uma mesma rede podem praticar preços diferenciados entre si.

Confira a tabela completa.

Agendamento online

Para registrar reclamações na sede do órgão, o consumidor pode utilizar o serviço de agendamento online, no site procon.aracaju.se.gov.br, por meio do qual é possível agendar dia e horário do atendimento presencial, de acordo com a disponibilidade.

Em caso de dúvidas ou reclamações, o Procon Aracaju disponibiliza o SAC 151, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, com o custo de ligação local.


Fonte: Agência Aracaju de Notícias