Sergipe

24/12/2019 às 16h01

Alimentos saudáveis podem incrementar a ceia

Assessoria de Imprensa

As comemorações de fim de ano estimulam as pessoas a comer um pouco além do limite. As guloseimas, geralmente ricas em gorduras e carboidratos podem provocar após a festa uma sensação de estômago pesado. Mas, a ceia pode ser mais leve e muito gostosa. A nutricionista e professora da UNINASSAU – Centro Universitário Mauricio de Nassau Aracaju, Elizabete Silva, garante que algumas substituições podem fazer a diferença e garantir bem-estar.

Uma das opções para mudar o preparo dos alimentos é o uso de massas integrais para a confecção da ceia tradicional. “Com a chegada do fim do ano, além das emoções com os festejos natalinos e as confraternizações, vem a preocupação com a alimentação nestas comemorações. Sim é possível ter todos os preparos tradicionais de uma forma saudável, sem deixar de ser gostosa”, garante a nutricionista.

Elisabete explica que há outras formas de cozinhar que certamente vão deixar a ceia mais gostosa como utilizar boas especiarias conseguindo, assim, diminuir o sal. A maionese tradicional pode ser substituída por iogurte natural e o forno pode ser mais explorado, para evitar o abuso nas frituras que podem causar mal-estar a quem tem maior sensibilidade com gorduras.

As saladas têm seu lugar na ceia e a professora assegura que é importante aproveitar as oleaginosas como castanhas, nozes e as amêndoas. “As folhas são importantes fontes de fibras e combinam com os pratos típicos tão disputados nas festas de fim de ano”, disse Elizabete.  Ela atentou para o aparecimento do mal-estar que pode acontecer, não só pelo tipo de alimentos, mas pela ingestão exagerada dos mesmos.

Saborear e fazer as refeições com calma, é muito importante para sentir o sabor dos alimentos e desfrutar da companhia dos familiares e amigos. Para os que consomem bebida alcóolica, a hidratação é essencial, devendo a pessoa consumir muita água antes de começar a ingerir álcool. Isso não isenta da necessidade de hidratação durante e também depois das festas”, alertou a nutricionista. 

Boas escolhas 

Nozes, castanhas, avelãs e amêndoas são aperitivos naturais que estão sempre presentes nas mesas. Eles têm propriedades que regulam os níveis de colesterol Elizabete aconselha também a escolher apenas um carboidrato para a composição do prato. Geralmente, as opções mais saudáveis são as coloridas. O arroz, por exemplo ela sugere que seja feito de forma saudável, dando preferência o integral.

“O peru é classificado como a carne mais saudável para a ceia. Por ser mais magro, ele é mais indicado do que o chester, o tender ou o pernil, mas todas estas opções têm alto teor de nutrientes, como o ferro e as vitaminas do complexo B. Entre as bebidas o vinho ainda é o mais indicado”, afirmou a nutricionista.

 


Fonte: Assessoria de Imprensa