Sergipe

19/10/2019 às 09h42

Postos de saúde estão abertos para a vacinação de crianças contra o Sarampo

Com informações do R7

Foto: Aline Aragão
O "Dia D" de vacinação contra o sarampo ocorre em todo o país neste sábado (19). Isso significa que 41,9 mil postos de saúde estarão abertos especialmente para a imunização de crianças entre 6 meses e menores de 5 anos, público-alvo desta fase da campanha nacional de vacinação contra a doença, que vai até dia 25.

A vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola, está disponível gratuitamente, durante o ano todo, na rede pública para crianças a partir de 1 ano e adultos até 49 anos.

Em Sergipe, 49 casos de Sarampo foram notificados, desse total, 40 foram descartados, 6 estão em investigação e 3 casos foram confirmados até o momento. Em Aracaju (SE), as 45 unidades básicas de saúde estão abertas neste sábado (19), das 8h às 17h.

Os bebês são as maiores vítimas do sarampo desde que a doença voltou a circular no país, no ano passado. No surto atual, 7 das 13 mortes confirmadas são de bebês menores de 1 ano, segundo o Ministério da Saúde.

 

Campanha terá cinco fases

A campanha nacional de vacinação terá cinco etapas, segundo o Ministério da Saúde. A segunda fase será realizada entre 18 e 30 de novembro, com enfoque na população de 20 a 29 anos. O "Dia D" está previsto para 30 de novembro.

Já as outras três fases ocorrerão no próximo ano e serão complementares a essas duas fases, dedicadas às faixas etárias de 30 a 39 anos, 40 a 49 anos e 50 e 59 anos.

A meta do governo é vacinar 2,6 milhões de crianças na faixa prioritária e 13,6 milhões de adultos durante a campanha.

De acordo com o Calendário Nacional de Vacinação, a vacina contra o sarampo deve ser administrada em duas doses, sendo a primeira aos 12 meses e a segunda, aos 15 meses de idade. No entanto, em casos de surto da doença, como ocorre no momento no país, a OMS (Organização Mundial da Saúde) preconiza a chamada "dose zero", que deve ser aplicada entre os 6 e 11 meses de vida e não exclui a primeira e segunda doses.

 

Doença avança no país

O Brasil tem 6.192 casos de sarampo confirmados em 20 Estados, segundo o último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, de 18 de outubro, o que corresponde a um aumento de 15% em relação ao período de monitoramento anterior.

O sarampo é altamente contagioso, sendo transmitido durante a manifestação da doença, que dura em média dez dias, e também quatro dias antes e quatro dias depois dos sintomas, segundo o Ministério da Saúde. Uma única pessoa contaminada é capaz de infectar, em média, 18.

Diferentemente da gripe, o sarampo não é transmitido por gotículas de saliva, mas pelo chamado aerossol, que são partículas ainda menores e com maior alcance. A doença fica incubada nas pessoas, e não no ambiente, daí seu grande potencial de proliferação.


Fonte: Com informações do R7