Sergipe

17/10/2019 às 18h39

Funesa abre inscrições para Residência Médica no HUSE

Funesa

Já se encontram abertas, no site da Fundação Estadual de Saúde (Funesa), as inscrições do Processo Seletivo Simplificado (PSS) para a Residência Médica do Hospital de Urgência de Sergipe – HUSE 2020, com oferta de 16 vagas distribuídas nas especializações de Área de Cirurgia Básica; Clínica Médica; Pediatria; e Neonatologia. Com suporte da Secretaria de Estado da Saúde (SES), o PSS segue com as inscrições até o dia 31 de outubro, conforme edital 01/2019. As provas serão realizadas no dia 26 de novembro, às 8h.

Segundo o coordenador da Comissão de Residência Médica – Coreme/Huse, Dr. Fábio Alves, a Residência Médica é a única forma oficial de especialização, de forma que o médico esteja capacitado a exercer suas funções. “Esse é o 14º ano do Programa, que é uma grande aposta do SUS. Essa qualificação ocorre, em grande maioria, nos hospitais da rede. Durante o processo, o Ministério da Saúde realiza visita aos locais que oferecem a Residência, para saber se os hospitais estão de acordo com o que é exigido. Muitos dos profissionais que trabalharam no Huse, hoje atuam em outros pontos da rede estadual de saúde. A ideia é que o profissional continue trabalhando na localidade onde foram qualificados e busquem oferecer um melhor serviço à população”, explica.

Dr. Fábio ressalta, ainda, que vários cirurgiões gerais, formados no Huse, fizeram outras especializações e retornaram. “Há um investimento do Governo Estadual e Governo Federal, através do Ministério da Educação e Ministério da Saúde. Então fazemos esse mapeamento dos profissionais que passaram por aqui. Como ainda não há algumas especializações no estado, eles buscaram se aprofundar na área e retornaram”.

O Processo seletivo vai acontecer durante toda a manhã para as áreas com acesso direto e por duas horas para as áreas com acesso indireto. “Os portões serão abertos a partir das 7h e serão fechados às 8h. O que mudou do ano passado para esse ano é que estamos ofertando quatro programas, devido a algumas mudanças realizadas pela Comissão Nacional de Residência Médica. Dessa forma, buscamos formar profissionais de qualidade, suscitando na qualificação do corpo médico do nosso SUS”, informa Kenya Mendonça, especialista em Políticas Públicas e Educação em Saúde da Funesa.


Fonte: Funesa