Sergipe

26/09/2019 às 14h12

Com previsão de maré alta, Prefeitura de Aracaju orienta população em áreas vulneráveis

Agência Aracaju de Notícias

Em decorrência da maré alta prevista para os próximos dias, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), trabalha de

Foto: Morgana Barbosa
forma preventiva, na capital. Dessa forma, na tarde desta quarta-feira (25) a Defesa Civil de Aracaju prestou orientações aos moradores e comerciantes da região próxima à avenida Anísio Azevedo, que normalmente é impactada pelo fenômeno.

Os picos das marés estão previstos para a sexta-feira, dia 27 (2.2m, às 15h21); sábado, 28 (2.3m às 3h36 e 16h02); domingo, dia 29 (2.4m às 4h17 e 2.4m às 16h41); e segunda-feira, dia 30 (2.3m às 4h58 e 2.2m às 17h19); estarão acima da média.

O secretário municipal da Defesa Social e da Cidadania, Luís Fernando Almeida, destaca que a Prefeitura de Aracaju intensificou as ações preventivas para minimizar o impacto da maré alta. "As ações ocorrem de forma integrada, através da atuação da Defesa Social, da Empresa Municipal de Serviços Urbanos, da Empresa Municipal de Obras e Urbanização e a SMTT, que orientará o trânsito. Além da desobstrução e limpeza do sistema de drenagem, estaremos monitorando os locais mais vulneráveis e estaremos em atenção às pessoas que possam necessitar de auxílio. O fenômeno natural não pode ser evitado, mas estamos em atenção para minimizar os transtornos", reforçou o secretário.

Na ocasião, a população foi orientada sobre os cuidados que devem ser adotados nesse tipo de situação. Além disso, a equipe da Defesa Civil realizou o cadastro no serviço de alerta por SMS 40199. De acordo com o coordenador técnico da Defesa Civil, Robson Rabelo, o objetivo da ação é alertar a população para o evento. "Essa ação consiste em avisar a população que esteja à margem de rios e canais que possam sofrer influência do nível do mar, para que eles possam se precaver e para que possam adotar medidas mitigadoras", indica o coordenador.

Além da região visitada nesta quarta, serão contemplados outros pontos da capital afetados pelo mesmo problema. "A ação será desenvolvida nesses locais aqui do bairro São José, no entorno da Praça da Imprensa, da avenida Anísio Azevedo, e também em outros pontos, como o Nova Liberdade, Bugio, Ponta da Asa e bairro Japãozinho. Esses pontos foram elencados com base no mapeamento realizado com a contribuição dos chamados do 199, em períodos em que houve o aumento do nível da maré, a exemplo do dia 21 de março", explica o coordenador Técnico e Operacional.

A vendedora Juliana Santos foi informada sobre a situação, cadastrou seu telefone no Serviço de Alerta por SMS e considerou a ação preventiva bastante positiva. "Acho muito importante que vocês avisem para a pessoa já estar preparada e não ser pega de surpresa", afirmou.

Gerente de uma outra loja da região, Edilene Rosa conta que já presenciou alguns alagamentos. Assim como Juliana, Edilene também recebe a iniciativa da Defesa Civil com gratidão. "Estão de parabéns. É muito bom para ficarmos cientes sobre os dias em que isso vai acontecer", afirma. Na oportunidade, a gerente foi instruída pela equipe do órgão sobre o cadastro no serviço de alerta 40199, que ainda não conhecia. "Passei a conhecer agora e estou gostando. Achei bom, pois já é um aviso para ficarmos em alerta", considera Edilene.

O empresário Erick Calixto, que possui um estabelecimento na região, relata que, apesar de nunca ter sofrido diretamente com a alta da maré, prefere se prevenir e, por precaução, possui um seguro para cobrir possíveis danos naturais que venham a acontecer. Dessa forma, Erick considera a ação preventiva da Defesa Civil muito bem-vinda. "É uma iniciativa muito boa, porque, mesmo que eu tenha seguro, há um grande quantitativo de equipamentos de clientes aqui dentro da loja, que poderiam ser danificados. Então esse é um trabalho fantástico", afirma o empresário.

"Algumas vezes eu já recebi a mensagem por SMS da Defesa Civil, e é a primeira vez que eu vejo a equipe vindo na minha casa. Gostei bastante, porque não é sempre que estou com o celular, então essa orientação pessoalmente é bem válida", afirma a economista Jaqueline Correia, que mora na região há 14 anos.

A Defesa Civil de Aracaju pode ser acionada 24h por dia, através do número emergencial 199. Para receber os alertas oficiais do órgão basta enviar uma mensagem por SMS para o número 40199 e inserir no corpo do texto o CEP da localidade.


Fonte: Agência Aracaju de Notícias