Sergipe

10/09/2019 às 08h29

Homem mata companheira com tiro e depois se mata em Moita Bonita, investiga a polícia

Redação Portal A8

Foto: Arquivo Pessoal
O crime aconteceu dentro da residência do casal, no município de Moita Bonita, onde conviviam há cerca de três anos, segundo os familiares. Eles foram encontrados mortos pela família na madrugada desta terça-feira (10), ao tentar falar com Liliane e não conseguir, eles decidiram ir até a casa onde o casal morava, e se depararam com os dois corpos despidos e sinais de que teriam entrado em luta corporal.

As vítimas foram identificadas como Liliane de Santana Santos e Henrique Santos de Mendonça, ambos de 23 anos. A delegada Clarissa Lobo, que está à frente das investigações, informou que os primeiros levantamentos são de que o casal vivia uma relação de conflito e muito ciúme, por parte do Henrique, com separações e retomadas. A suspeita é que com uma arma, ele teria disparado contra a jovem e depois teria disparado contra a própria vida, depois de luta corporal.

Ainda segundo a delegada Clarissa Lobo, Henrique Santos já era conhecido da polícia, já foi preso por tráfico de drogas, por ilegal de arma de fogo e até desacato, quando ele chegou a machucar o braço de um policial ao reagir ao comando da polícia. No Instituto Médico Legal, o primo de Liliane, Elias Santos disse a reportagem da TV Atalaia, que ela falava em separação por causa do ciúmes, e estava desempregada. 

Nesta noite de segunda-feira (08), eles estariam em uma festa e o crime pode ter acontecido ainda na madrugada. Segundo a delegada, Liliane, não teria denunciado Henrique formalmente à polícia, os relatos são de conhecidos.  “As mulheres não acreditam que os companheiros podem fazer isso, mas casais jovens acabam tendo um final trágico e as famílias choram e sofrem as mortes”, lamentou Clarissa Lobo.