Sergipe

02/08/2019 às 15h31

AD Brás Sergipe e Washington “Coração Valente” promovem jogo beneficente em prol do sertão sergipano

Assessoria de Imprensa

Parceria firmada entre o ex-jogador Washington “Coração Valente” e a Igreja Evangélica Assembleia de Deus do Brás Ministério de Madureira em Sergipe viabilizará jogo

Foto: Erick Shamir
beneficente em prol do projeto social intitulado SerTão Solidário.

Em reunião realizada na manhã desta sexta-feira (2), na sede da Igreja na capital sergipana, foi decidido que o 1º Jogo SerTão Solidário acontecerá no dia 30 de novembro na cidade de Simão Dias com a finalidade arrecadar alimentos não perecíveis e atender famílias sergipanas.

De acordo com o Pastor Cleverson Guimarães, presidente da AD Brás Sergipe e idealizador do projeto essa é uma grande oportunidade de reunir diferentes seguimentos da sociedade em prol do amor ao próximo contando com o prestígio de um grande ex-craque. “O SerTão Solidário cumpre o papel de olhar com maior atenção e amor para os nossos irmãos carentes de todo estado de Sergipe. A parceria com o Washington nos alegra por percebermos que igreja e sociedade estão andando juntas cumprindo o evangelho de Jesus e que certamente, o povo beneficiado pelo projeto só tem a ganhar com essa parceria”, pontuou o pastor.

O projeto que já é realizado há três anos, sem fins lucrativos ou cunho político, leva ações sociais a cidades sergipanas e conta com a participação de dezenas de voluntários das áreas de saúde, jurídica, estética e social. A proposta da ação é uma forma de angariar recursos para a sua edição em 2020 que será na cidade de Telha, leste sergipano.

Segundo Coração Valente, a promoção de jogos beneficentes, geralmente, consegue atrair uma grande quantidade de fãs ainda mais em cidades do interior e com isso atingir uma arrecadar maior. “Quanto mais craques, maior o interesse e maior a ajuda, conheço muitos craques do passado e farei o convite para que venham apoiar esta bela inciativa. Estou à disposição da igreja para colaborar no que for possível”, declarou o ex-jogador, que há três meses assumiu o cargo de secretário nacional de Esporte, Lazer, Educação e Inclusão Social no governo federal.


Fonte: Assessoria de Imprensa