Sergipe

23/04/2019 às 18h00

Atraso no seguro defeso: marisqueiras protestam em São Cristóvão

Redação Portal A8

Um grupo de marisqueiras do município de São Cristóvão realizou uma manifestação por conta do atraso no pagamento do seguro defeso e também do bolsa família. Além delas, outras marisqueiras e pescadores de Sergipe reclamam do atraso no pagamento do benefício. 

Segundo Raimundo Brito, gerente executivo do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Sergipe, cerca de 6 mil pessoas estão com o pagamento do seguro defeso em atraso. No Estado, são 24 mil pescadores, apenas 6 mil receberam o benefício de forma automática, o restante foi necessário uma análise no INSS, que foi realizando o pagamento de acordo com a conclusão do processo. 

“Realmente houve um atraso, e nós temos realmente uma insuficiência de servidores para realizar o atendimento”, relatou o gerente do INSS em Sergipe, que informou ainda que uma equipe de fora do Estado veio para ajudar no processo de análise. Segundo o gerente, dentro de cerca de 3 semanas a análise dos casos pendentes será concluída. 

Bolsa Família 

O gerente do INSS em Sergipe esclareceu ainda que o seguro defeso é um benefício exclusivo, e ao recebê-lo, outros benefícios que o pescador e marisqueira possam ter serão suspensos, como no caso do Bolsa Família, que volta a ser pago depois do pagamento do seguro. 

Confira a entrevista com Raimundo Brito realizada no Balanço Geral Sergipe desta terça-feira (23):