Sergipe

08/04/2019 às 11h12

Aracaju ocupa 25ª posição no ranking das cidades mais violentas do mundo

Redação Portal A8

Um estudo divulgado neste domingo (08) na revista Exame, realizado pela organização Conselho Cidadão para a Segurança Pública e a Justiça Penal do México apontou Aracaju (SE) como a 25ª cidade mais violenta do mundo.

A mais recente edição do ranking avalia os índices de violência mundo afora em cidades com mais de 300 mil habitantes, foi feita há poucas semanas e leva em conta os dados de 2018. De acordo com o levantamento, das 50 cidades que fazem parte da lista, 15 estão no México, 14 no Brasil, 6 na Venezuela e 4 nos Estados Unidos.

Os números deixam clara a gravidade da violência no México e mostram como a ação de organizações criminosas ligadas ao tráfico de drogas está arraigada por todo o seu território. Entre as cinco cidades mais violentas quatro são mexicanas (Tijuana, Acapulco, Victória e Juarez). A outra é Caracas, na Venezuela

Abaixo, veja quais são as cidades mais violentas do mundo atualmente.

Tijuana (México)
Taxa de homicídios: 138,26
Acapulco (México)
Taxa de homicídios: 110,50
Caracas (Venezuela)
Taxa de homicídios: 99,90
Victória (México)
Taxa de homicídios: 86,01
Juarez (México)
Taxa de homicídios: 85,56
Irapuato (México)
Taxa de homicídios: 81,44
Guayana (México)
Taxa de homicídios: 78,30
Natal (Brasil)
Taxa de homicídios: 74,67
Fortaleza (Brasil)
Taxa de homicídios: 69,15
Ciudad Bolívar (Venezuela)
Taxa de homicídios: 69,09
Cidade do Cabo (África do Sul)
Taxa de homicídios: 166,36
Belém (Brasil)
Taxa de homicídios: 65,31
Cancun (México)
Taxa de homicídios: 64,47
Feira de Santana (Brasil)
Taxa de homicídios: 63,29
Saint Louis (Estados Unidos)
Taxa de homicídios: 60,59
Culiacan (México)
Taxa de homicídios: 65,52
Barquisimeto (Venezuela)
Taxa de homicídios: 56,67
Uruapan (México)
Taxa de homicídios: 54,52
Kingston (Jamaica)
Taxa de homicídios: 54,12
Obregon (México)
Taxa de homicídios: 52,09
Maceió (Brasil)
Taxa de homicídios: 51,46
Vitória da Conquista (Brasil)
Taxa de homicídios: 50,75
Baltimore (Estados Unidos)
Taxa de homicídios: 50,52
San Salvador (El Salvador)
Taxa de homicídios: 50,32
Aracaju (Brasil)
Taxa de homicídios: 48,77
Coatzacoalcos (México)
Taxa de homicídios: 48,35
Palmira (Colômbia)
Taxa de homicídios: 47,97
Maturín (Venezuela)
Taxa de homicídios: 47,24
Salvador (Brasil)
Taxa de homicídios: 47,23
Macapá (Brasil)
Taxa de homicídios: 47,20
Cali (Colômbia)
Taxa de homicídios: 47,03
Celaya (México)
Taxa de homicídios: 46,99
San Pedro Sula (Honduras)
Taxa de homicídios: 46,67
Ensenada (México)
Taxa de homicídios: 46,60
Campos dos Goytacazes (Brasil)
Taxa de homicídios: 46,28
Tepic (México)
Taxa de homicídios: 44,89
Manaus (Brasil)
Taxa de homicídios: 44
Guatemala (Guatemala)
Taxa de homicídios: 43,73
Recife (Brasil)
Taxa de homicídios: 43,72
Distrito Central (Honduras)
Taxa de homicídios: 43,30
San Juan (Porto Rico)
Taxa de homicídios: 42,40
Valencia (Venezuela)
Taxa de homicídios: 42,36
Reynosa (México)
Taxa de homicídios: 41,48
João Pessoa (Brasil)
Taxa de homicídios: 41,36
Nelson Mandela Bay (África do Sul)
Taxa de homicídios: 39,16
Detroit (Estados Unidos)
Taxa de homicídios: 38,78
Durban (África do Sul)
Taxa de homicídios: 38,51
Teresina (Brasil)
Taxa de homicídios: 37,61
Chihuahua (México)
Taxa de homicídios: 37,50
Nova Orleans (Estados Unidos)
Taxa de homicídios: 36,87

Por meio de nota a Secretaria da Segurança Pública esclareceu que a pesquisa divulgada anualmente pela organização de sociedade civil mexicana Segurança, Justiça e Paz é repleta de equívocos. Primeiro, a ONG conta os homicídios dolosos de Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, São Cristóvão e Barra dos Coqueiros e atribui todas as ocorrências à capital sergipana, o que gera um impacto claro no ranking que é montado e divulgado.

A ONG nunca solicitou informações a Sergipe, seja através de e-mail ou pela Lei de Acesso a Informações. Ainda assim, com toda precariedade na metodologia adotada, mostra a gradativa redução dos homicídios dolosos na capital e região metropolitana, divulgada pela SSP e pelo Fórum Brasileiro da Segurança Pública desde 2017.

A ONG mexicana divulga as seguintes taxas de homicídios dolosos nos últimos três anos: 61,6 por 100 mil habitantes em 2016, 58,88 em 2017 e 48,9 em 2018. As taxas nos últimos três anos geram uma redução de 22,3%, embora a ONG tenha tratado a capital como Grande Aracaju.

No mais, o Governo do estado permanece à disposição para qualquer tipo de esclarecimento que possa ser prestado a organização não governamentais, Instituições e e população em geral.