Sergipe

16/01/2019 às 17h11

Secretária de Educação explica que reordenamento das escolas

Prefeitura de São Cristóvão

A Secretária Municipal de Educação, Quitéria de Barros informa que o “Reordenamento da Rede Escolar Pública Municipal”, no primeiro semestre do ano letivo 2019,

Foto: Márcio Garcez
favorecerá diretamente mais de 800 alunos. A intenção é combater o número reduzido de estudantes em algumas unidades de ensino, eliminar totalmente as classes multisseriadas e as turmas ociosas promovendo uma reorganização administrativa com foco na qualidade do ensino.  

Seguindo a linha de desenvolvimento educacional que já aconteceu em estados como: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte, o estado de Sergipe vem passando por readequação na rede de ensino em diversos municípios. Desde 2005, as cidades de Aracaju e Itabaianinha já realizaram reestruturações de escolas com ganho positivo para os alunos. Segundo explicou a secretária de educação de São Cristóvão, Quitéria de Barros, por reordenamento entende-se uma organização geral na Rede Escolar Pública Municipal.

“A intenção é ampliar as oportunidades, melhorar as condições de aprendizagem e elevar a qualidade do ensino de São Cristóvão, de forma a proporcionar aos nossos alunos um completo desenvolvimento educacional. O reordenamento vem reorganizar a distribuição das escolas no município, conforme demanda real e prospectiva, com ações de: nucleação, compartilhamento de prédios, transferência de alunos com acesso ao transporte escolar gratuito, cessão de prédios, fechamento de turnos, etc”, explicou Quitéria.

De acordo com a secretária, São Cristóvão precisa aderir ao reordenamento para acabar com um quadro situacional quem envolve: precariedade de alguns prédios públicos, gastos desnecessários com transporte escolar para transportar quantidade irrisória de alunos, superlotação de turmas, enfraquecimento do nível educacional da Rede Municipal de Ensino entre outros. “Atualmente São Cristóvão possui 24 escolas com classes multisseriadas. Ao todo temos 399 alunos da Educação Infantil divididos em 23 turmas e 610 estudantes dentro de 31 turmas, sendo que em alguns casos temos três a quatro séries/anos numa única classe, o que se torna inviável para um aprendizado justo e adequado do aluno”, pontuou.

Transporte Escolar garantido

Vale frisar que toda a mudança na Rede Municipal de Ensino vem sendo acompanhada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Estado de Sergipe (Sintese). A Prefeitura de São Cristóvão, através do trabalho da Secretaria Municipal de Educação, garante o transporte escolar de todos os alunos que necessitam de locomoção até a escola e também no retorno para suas casas. “O essencial nesta medida é que trará melhorias para as nossas crianças. Nós estamos trabalhando para que as escolas recebam bem todos os estudantes tanto do ponto de vista físico quanto do pedagógico. Toda a mudança será feita com repeito às crianças e aos nossos professores, e estamos nesse momento justificando com a população os motivos desta mudança na Rede Municipal de Ensino. O nosso foco é a educação e a perspectiva de melhorar a vida desses estudantes, com ensino de qualidade em nossa cidade”, finalizou o prefeito Marcos Santana.


Fonte: Prefeitura de São Cristóvão