Sergipe

17/09/2018 às 18h46

Dia Mundial Limpeza de Praia recolhe mais de 1 tonelada de lixo na Orla

Fundação Ecoar

No último sábado (15), voluntários percorreram aproximadamente 1km de faixa de areia, a partir dos arcos da Orla da Atalaia, em busca de materiais que agridem de forma

Fotos: Fundação Ecoar
direta o meio ambiente e afetam as condições de vida dos seres vivos. A data marcou o Dia Mundial Limpeza de Praia e recolheu mais de 1 tonelada de lixo na capital sergipana.

De acordo com a Fundação Ecoar que apoiou ação, o resultado foi impressionante, pois foram recolhidos cerca de 1.400 quilos de plástico, quase 5 quilos de vidro e aproximadamente 2 mil bitucas de cigarros.

A ação foi organizada pela Fundação Mamíferos Aquáticos (FMA), em parceria com a Fundação Brasil Ecoar, apoiados pela empresa Torre Empreendimentos - e fez parte do Dia Mundial da Limpeza em Rios e Praias, movimento internacional que promove a campanha de limpeza de rios e praias em todo o mundo, sempre no mês de setembro. 

A Ação contou com a colaboração da comunidade e teve como objetivo principal sensibilizar e alertar a população sobre a importância do correto descarte dos resíduos que produzimos, evidenciando a importância da reciclagem.

O evento foi um ato simbólico onde os voluntários realizaram a coleta dos resíduos descartados na areia da praia e fizeram a triagem desse material.

A Torre Empreendimentos contribuiu para o evento cedendo 4 agentes de limpeza munidos de carrinho de mão e equipamentos para limpeza de praia, bem como com um caminhão coletor para fazer o descarte dos resíduos.

A Fundação Brasil Ecoar contribuiu com 150 unidades de sacos de lixo com capacidade de 100 litros e a equipe de educação ambiental composta por 35 pessoas, entre elas, jovens aprendizes ambientais que já realizam uma grande ação de conscientização nas comunidades acerca da importância do descarte consciente do lixo produzido.

Jovens Aprendizes Ambientais

A Fundação Brasil Ecoar, em parceria com a empresa Torre Empreendimentos, mantêm um grupo de jovens aprendizes ambientais, que são treinados e capacitados com o intuito de disseminar boas práticas e despertar uma consciência cidadão quanto ao futuro das gerações através da reciclagem

Os aprendizes são divididos em equipes que batem à porta da comunidade e auxiliam no trato com a coleta seletiva, dentre outras coisas.

 

 


Fonte: Fundação Ecoar