Sergipe

04/09/2018 às 17h33

Faculdade e Sema firmam parceria para realização do Programa Praia Limpa

Assessoria de Imprensa

Nos dias 5 e 23 de setembro, a Faculdade São Luís de França e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema) de Aracaju promovem atividades

Foto: Ascom/Emsurb
educativas e intervenções na Orla de Atalaia em mais uma edição do Programa Praia Limpa. Numa iniciativa pioneira, a unidade educacional que faz parte do Grupo Tiradentes firmou parceria com o órgão municipal com o objetivo de estimular o consumo consciente e o descarte correto de resíduos no meio ambiente e, assim, despertar na comunidade acadêmica e sociedade em geral a consciência de preservação dos recursos naturais. 

A programação envolve alunos e professores de Pedagogia em atividades como visitas a bares e restaurantes para a orientação quanto ao uso de materiais descartáveis, e o descarte do óleo de cozinha utilizado. “No primeiro dia de evento, 5 de setembro, estaremos com a ação sendo desenvolvida pelos professores de Pedagogia juntamente com a equipe de Educação Ambiental da Sema para orientar os donos de bares e restaurantes da Passarela do Caranguejo para reduzir o uso de materiais como canudos, copos, talheres e pratos descartáveis. Iremos também distribuir um material educativo e fazer uma abordagem em relação ao correto descarte do óleo de cozinha”, destacou a professora de Pedagogia da FSLF Alana Vasconcelos.

Ainda na ação ambiental com o corpo docente serão feitas abordagens junto à população com o intuito de ressaltar a importância do recolhimento de todo o lixo produzido durante o momento de lazer à beira-mar. “A ideia é sensibilizar banhistas a refletirem sobre o quanto de material plástico é consumido durante o momento de lazer na praia e despertar em cada cidadão a importância de se evitar a utilização de materiais descartáveis, como o canudo, buscando alternativas de sustentabilidade para que possamos cada vez mais reduzir os danos ao meio ambiente”, explicou Alana. 

No segundo dia do Projeto Praia Limpa, que acontecerá em 23 de setembro, alunos da disciplina Vivência III, do curso de Pedagogia, invadirão a praia da Cinelândia no domingo de sol para sensibilizar a população, conversar, orientar e entregar lixeiras de carro, realizar teatro ambiental na areia com fotos de animais que sofrem com o resíduo gerado nas praias, num convite à adoção de novas práticas sustentáveis. “A Blitz Educativa será uma das ações desenvolvidas neste dia e visa incentivar as pessoas a não jogar papel ou lata pela janela, na rua. Ainda teremos apresentação de teatro, coleta de resíduos e atividades de Yoga, que serão atividades elaboradas pelos alunos e professores do curso de Pedagogia da Faculdade São Luís de França, além da Oficina o Meio. Todas as atividades são abertas ao público. Nesse sentido, nós, que fazemos a Faculdade São Luís de França, buscamos sensibilizar para preservação dos recursos naturais”, completou a professora. 

Conhecimento

Consciente da responsabilidade social da instituição educacional e do papel a desenvolver na formação profissional do aluno, a Faculdade São Luís de França promove atividades externas à sala de aula com o objetivo de possibilitar vivências cidadãs, promovendo assim o autoconhecimento e a aplicabilidade de habilidades pessoais em favor da coletividade.

“A ação de uma pessoa na questão ambiental beneficia a um conjunto de indivíduos, e parcerias como essas firmadas com a Sema, órgão municipal fiscalizador do meio ambiente, e uma unidade educacional, é de extrema importância para o desenvolvimento de uma consciência de preservação dos recursos naturais, sendo mais que uma obrigação nossa, enquanto instituição de ensino superior comprometida com a formação humanizada de nossos alunos,  promover ações e estimular práticas de sustentabilidade não somente no âmbito da  comunidade acadêmica, mas também, fora dela, atingindo a sociedade em geral. Esse é o papel de uma unidade educacional do ensino superior, e nós estamos muito felizes com essa parceria permanente com Sema no Programa Praia Lima”, destacou a professora Alana Vasconcelos.

 


Fonte: Assessoria de Imprensa