Sergipe

18/06/2018 às 15h08

MP ajuíza ação contra Prefeitura de Socorro

Ministério Público Estadual

O Ministério Público Estadual (MP) ajuizou Ação Civil Pública, de obrigação de fazer com tutela de urgência, para que o município de Nossa Senhora do Socorro apresente, no

prazo de 60 dias, a publicação dos editais de projetos para execução de políticas públicas com o uso dos valores oriundos do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FMDCA).

A Promotoria de Justiça dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência instaurou Inquérito Civil com o intuito de apurar em quais projetos estão sendo utilizados os recursos do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de Nossa Senhora do Socorro, bem como quem tem atribuição legal para gerir tais valores. A Secretaria Municipal de Ação Social informou que os valores estariam sendo utilizados nos projetos municipais: Tenda Cultural e Espaço Vida.

Desde 2015, a Promotoria de Justiça tenta, administrativamente, solucionar a questão com o município. A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) informou que em novembro/2015 seria lançado um edital com um projeto a ser executado com os valores do Fundo. A Promotoria de Justiça, então, passou a oficiar constantemente o município de Nossa Senhora do Socorro, solicitando informações e comprovação quanto aos editais para uso dos recursos do Fundo, mas não obteve a comprovação.

Em 2016, o MP expediu Recomendação para que os recursos oriundos do FMDCA fossem utilizados para a implementação de políticas públicas. No ano seguinte, foi concedido mais um prazo ao Conselho para apresentação de cronograma para lançamento dos editais para utilização dos valores.

O Conselho Municipal apresentou um cronograma para o lançamento dos editais e o Município informou apenas que havia criado uma comissão no para análise. Logo depois, informou que os editais foram aprovados, com ressalvas, na última reunião do Conselho dos Direitos da Criança e Adolescente, e que os ajustes finais desses editais seriam discutidos em 17 de janeiro de 2018. Mas, até a presente data, o município de Nossa Senhora do Socorro não lançou os editais.


Fonte: Ministério Público Estadual