Sergipe

06/06/2018 às 16h45

“Governo deveria reconhecer gravidade do resultado”, diz presidente da Adepol sobre Atlas da Violência

Redação Portal A8

De acordo com o Atlas da Violência 2018, Sergipe tem a pior taxa de homicídio do país. Sobre esse resultado divulgado na última terça-feira (5), o presidente da Associação dos Delegados de Polícia de Sergipe (Adepol), Isaque Heverton Dias Cangussu, comentou: “Governo deveria reconhecer a gravidade do resultado”.

Para o Portal A8SE, o presidente da Adepol que o cenário revelado pelo Atlas da Violência poderia ser bem diferente. “Sergipe é o menor Estado e, dessa maneira, mais favoráveis a oportunidade de ajustar fronteiras”, registrou.  Além disso, criticou a forma como o Governo vem tratando os resultados apontados em pesquisas.

“Dourar a pílula. Passar uma impressão de que está sob o controle e não está. Para mudar esse quadro, a primeira providência que deveria ser feita é o Governo reconhecer a gravidade. A partir daí traçar o planejamento escutando as categorias, todos os técnicos de segurança pública”, frisou Cangussu.

Além disso, o representante da Adepol destacou que não se deve traçar política de segurança “sozinho”. “Só com as pessoas que fazem a sua administração. Traçar metas claras de redução. Acompanhando os efeitos que foram eleitas”, concluiu.

Confira a entrevista no Balanço Geral desta quarta-feira, 6: