Sergipe

24/05/2018 às 07h38

Transporte público e coleta de lixo estão comprometidos por falta do óleo diesel

Com informações da assessoria da PMA

A partir desta quinta-feira (24), em função do desabastecimento de óleo diesel em Aracaju, semelhante o que acontece na maioria das cidades brasileiras, devido a paralisação dos transportadores de carga, a frota de ônibus do transporte coletivo será reduzida.

Com a falta de diesel, a frota do transporte sofrerá uma redução para garantir transporte coletivo nos próximos dias. A situação deverá voltar a normalidade assim que o abastecimento for reativado.

A Prefeitura de Aracaju, através da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), informou que a frota de ônibus do transporte coletivo que atende a capital e região metropolitana será reduzida em 30%. A medida adotada pelas empresas de ônibus, através do Sindicato das Empresas do Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp), visa a manutenção da oferta do serviço à população até que o abastecimento seja normalizado.

A Prefeitura ressalta que outro serviço essencial do município, a coleta de lixo, vem sendo afetado. Conforme divulgado na manhã desta quarta-feira, 23, através de nota, a Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) houve atraso no serviço da coleta do lixo em algumas áreas da cidade, na última terça-feira, 22, e nesta quarta-feira, 23. A situação também é decorrente do bloqueio da BR 101, promovido por caminhoneiros, no trecho que dá acesso ao município de Rosário do Catete, onde está localizado o aterro sanitário. Na nota divulgada na manhã desta quarta, a Prefeitura ressaltou que a Emsurb acompanha atentamente as alternativas criadas pela Empresa Estre, responsável pelo transporte dos resíduos sólidos ao aterro, para retomar a normalidade do serviço.

 


Fonte: Com informações da assessoria da PMA