Sergipe

23/05/2018 às 19h18

Sintax quer apresentar proposta de regulamentação do transporte por aplicativo

Assessoria da Parlamentar
O Sindicato dos Taxistas do Estado de Sergipe (Sintax) pretende entregar à Câmara de Vereadores de Aracaju, até o próximo dia 8 de junho, uma proposta para a
regulamentação do transporte de passageiros por aplicativo na capital. A categoria também agendou para o próximo dia 6 um protesto em frente à Prefeitura, como forma de cobrar uma resposta do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) às suas reivindicações.
 
"Há dois projetos de lei, um de inciativa popular e outro do vereador Nitinho Vitale. Nós entendemos que alguns pontos não estão de acordo com a legislação federal da Lei de Mobilidade Urbana e a proposta precisa ser aprimorada. Já a manifestação ocorrerá porque o prefeito Edvaldo Nogueira nos recebeu no ano passado e até o momento não nos deu decisão nenhuma", reclama Airton Taxista, relações públicas do Sintax.

A deliberações da categoria aconteceram em reunião na noite da última terça-feira, 22, na sede do sindicato. A convite dos taxistas, o vereador Lucas Aribé (PSB) ouviu a categoria e se prontificou a retirar o pedido de urgência que havia protocolado para que o Projeto de Lei 22/2017, de iniciativa popular, fosse apreciado na Câmara. “É importante deixar claro que não sou contra o transporte por aplicativo, mas existe um projeto de lei - 25 mil assinaturas - vetado na Câmara desde o ano passado. Por isso, cobrei a apreciação, pois entendo que a função do parlamentar é trabalhar por todos os cidadãos, indistintamente. Mas, a partir do pedido do Sintax, retirarei o requerimento de urgência até que o sindicato apresente suas propostas à Câmara. Precisamos encontrar uma forma de regulamentar a questão dos aplicativos para que todos tenham seu espaço.”, afirma Aribé.
 
Prefeitura
 
Segundo a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Aracaju, o pleito dos taxistas está sendo analisado dentro de um contexto mais amplo, pensando em todos os modais de transporte para a cidade. “Isto está sendo discutido no Plano de Mobilidade Urbana, que melhorará de maneira significativa os serviços de transporte público do município e interferirá, de maneira positiva, no trânsito, garantindo mais fluidez”, diz a nota da assessoria.

 


Fonte: Assessoria da Parlamentar