Sergipe

04/05/2018 às 12h23

Vereadores da Comissão Parlamentar de Inquérito da Saúde fiscalizam Hospital São José

Redação Portal A8

Foto: Sérgio Ferreira
Os membros da CPI da saúde da Câmara de Vereadores de Aracaju chegaram ao Hospital São José por volta 8h30 desta sexta-feira. Eles foram recebidos pela direção da unidade hospitalar. Os vereadores fizeram perguntas sobre o funcionamento do hospital, serviços ofertados a população e quais contratos a unidade possui com fornecedores. Depois iniciaram a fiscalização em todos os departamentos e alas.

De acordo com a direção do Hospital São José, desde o mês de dezembro de 2017 que o estado não paga as faturas, o débito chega a 970 mil reais. E a prefeitura de Aracaju esta com a fatura referente ao mês de março em aberto no valor 337 mil reais.

A direção do hospital São José destacou a importância da CPI e antes mesmo de ser solicitado, disse que já entregou a documentação necessária para auxiliar os trabalhos.

O presidente da CPI, o vereador Seu Marcos disse que ainda este mês vai começar a ouvir os gestores dos três hospitais Filantrópicos: São José, Santa Isabel e Cirurgia.

Os membros da comissão da CPI também já estiveram no Hospital e Maternidade Santa Isabel.

De acordo com cabo Amintas, o rodízio de profissionais responsáveis pela auditoria e os valores repassados para custeio de gastos do hospital chamaram a atenção da comissão. “Enquanto o Hospital Cirurgia tem profissionais que atuam na auditoria há mais de dez anos, no São José há rodízios frequentes que os funcionários não conseguem nem lembrar de nomes de pessoas que passaram por lá. Em relação aos repasses tríplices que o hospital recebe, no caso, da União, Estado e Município, o que notamos é uma grande diferença nos repasses para o Cirurgia e o São José. Enquanto o Cirurgia recebe, em média, recursos no valor de 7 milhões de reais, o São José recebe o valor de 1,9 milhões tendo que cumprir uma meta, fazendo com que eles recebam em média 1,2 milhões”, relata.